Home / Notícias / CNM atualiza situação do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina devido a desastres meteorológicos

Notícias

Thursday, 20 de October de 2016

CNM atualiza situação do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina devido a desastres meteorológicos

Parte da região sul do país passa por enormes dificuldades por conta de fortes chuvas que caem nos estados do Rio Grande do Sul (RS) e de Santa Catarina (SC). Os temporais estão provocando destruição em alguns Municípios, uma vez que além do excesso de água, são acompanhados por fortes vendavais e queda de granizo.

No Rio Grande do Sul, de acordo com a defesa civil estadual, o número de Municípios afetados subiu de 45 para 46. Os danos mais severos causados às cidades são decorrentes das inundações provocadas pela elevação dos rios, que deixam bairros inteiros debaixo d’água. Em seguida, as chuvas de granizo, que provocam danos em veículos e casas.

As tempestades também causaram muitos estragos em várias rodovias estaduais, obrigando a defesa civil fazer bloqueios emergenciais de prevenção. Ao todo, 1.332 casas foram danificadas, 1.295 pessoas estão desalojadas e 620 estão desabrigadas.

Em Santa Catarina a situação também é calamitosa. Dados da defesa civil do estado dão conta de que já são 56 Municípios afetados. Três pessoas morreram e 23 ficaram feridas. Os indicadores alarmantes continuam com 3.549 desalojados, oito desabrigados, 106.815 afetados, 2.859 residências danificadas e 68 instalações públicas atingidas.

Na terça feira, 18 de outubro, o Município de Fraiburgo foi severamente afetado por uma chuva de granizo que atingiu o centro e todos os bairros da cidade. Como consequência, foram danificados total ou parcialmente telhados de residências, comércios, indústrias, além de danos em veículos e nas lavouras.

A prefeitura local contabilizou um hospital atingido, além de cinco escolas e seis instalações públicas. Um homem morreu após subir no telhado para fazer o conserto. Quatro mil pessoas foram afetadas e mil casas casas atingidas. Em todos os Municípios afetados, equipes das prefeituras, do Corpo de Bombeiros Militar e defesa civil estão fazendo o levantamento dos danos e prejuízos causados pelos temporais.

Previsão do tempo e recomendações
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas permanecem em Santa Catarina até o próximo domingo, 23 de outubro, seguidas de trovoadas e queda de granizo em áreas isoladas. Já no estado gaúcho, há previsão de pancadas de chuvas em áreas isoladas, mas sem previsão de queda de granizo.

O Inmet solicita maior atenção da população, pois a força dos vendavais e a queda de granizo podem acarretar em estragos consideráveis com possibilidade de queda de galhos de árvores, alagamentos, incidência de descargas elétricas e quebra de vidros.

Recomenda-se que em caso de tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo, a pessoa deva se proteger em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que possam ser arremessados pela força dos ventos. Caso não encontre um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada no peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo as orelhas ou apoiadas nos joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água e não olhe para os raios. Caso esteja em casa ou em qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone e fique longe das janelas. O banheiro em alvenaria é o melhor local para se proteger durante uma tempestade.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) acompanhará atentamente a situação dos Municípios afetados.