Home / Notícias / Atuação da CNM é destaque no Observatório Latino-Americano de Descentralização

Notícias

17/03/2017

Compartilhe está notícia:

Atuação da CNM é destaque no Observatório Latino-Americano de Descentralização

A atuação da Confederação Nacional de Municípios (CNM) em prol do fortalecimento dos Municípios foi destacada pelo Observatório Latino-Americano de Descentralização, gerenciado pela Federação Latino-americana de Cidades, Municípios e Associações de Municípios (Flacma), essa semana.

Na notícia na plataforma latino-americana, o papel das associações nacionais de Municípios é valorizado para a promoção e a defesa da agenda municipal. Segundo a Flacma, é importante reconhecer esse trabalho realizado pelo presidente Ziulkoski e outros líderes da América Latina, assim como estimular cidadãos, governos nacionais e organizações internacionais a conhecerem mais sobre a atuação das associações em toda a região. A CNM é, atualmente, uma das entidades municipalistas mais fortes a nível regional e mundial.

A ênfase foi para os encontros promovidos pela CNM durante a segunda semana de março.  Na oportunidade, Paulo Ziulkoski, juntamente com representantes da CNM e do movimento municipalista, se reuniu, entre outras autoridades, com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB-CE), o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) e o líder do PMDB na Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL).

De acordo com a Flacma, os encontros da CNM promoveram a pauta municipalista e os principais projetos de lei que afetam os Municípios no país. Na ocasião a XX Marcha a Brasília em Defensa dos Municípios, que acontecerá em maio, foi divulgada.

Acompanhe as ações no Observatório Político.

Conheça mais sobre o Movimento Municipalista Latino-americano e as ações e projetos das Associações de Municípios da região através da página do Facebook da Flacma

Acesse a notícia completa aqui


Notícias relacionadas