Home / Notícias / Governos latino americanos se comprometem com empoderamento feminino

Notícias

Wednesday, 22 de February de 2017

Governos latino americanos se comprometem com empoderamento feminino

Em encerramento das consultas regionais às autoridades membro das Nações Unidas, evento que ocorreu na sede do Parlamento Latino Americano e Caribenho, no Panamá, no dia 8 de fevereiro, foi adotada a Declaração do Panamá. O material registra as propostas que serão apresentadas na 61ª Sessão da Comissão da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a Situação das Mulheres (CSW61, em inglês) que acontecerá nos dias 13 a 24 de março, na sede da ONU.
 
A Declaração busca alcançar um posicionamento comum entre os países em favor do empoderamento econômico das mulheres para superar as barreiras que impedem o pleno acesso feminino ao trabalho decente. O empoderamento de mulheres indígenas também foi destacado na declaração exigindo a criação e o fortalecimento de políticas que incentivam as atividades econômicas das mulheres rurais e indígenas.
 
O representante permanente do Brasil na ONU, Mauro Vieira, destacou, na oportunidade que “é necessário destacar o papel estratégico das agências das Nações Unidas, especialmente da ONU Mulheres, como facilitadoras da cooperação solidária entre os países”.
 
Liderança política feminina
Nesse cenário, a CNM lançará durante a XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), que buscará fomentar a liderança política das gestoras.
 
A Confederação também está desenvolvendo um trabalho de mapeamento e fomento da participação política feminina na América Latina através da Federação Latino Americana de Cidades, Municípios e Associações de Governos Locais (Flacma), entidade em que a CNM integra o secretariado executivo.

Agência CNM, com informações da ONU Mulheres