Home / Notícias / Municípios gaúchos fazem protesto em favor da derrubada do veto do ISS

Notícias

Tuesday, 14 de February de 2017

Municípios gaúchos fazem protesto em favor da derrubada do veto do ISS

Na última sexta-feira, 10 de fevereiro, o Parlamento Regional da Serra Gaúcha se reuniu na Câmara Municipal de Veranópolis para e aprovou um documento em favor da derrubada do veto presidencial sobre a Lei que redistribui receitas oriundas do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) gerada por operações envolvendo cartões de crédito. Por unanimidade, a decisão foi de mobilizar prefeitos e vereadores para pedir apoio aos deputados da região para corrigir esta distorção tributária que privilegia 135 Municípios e prejudica mais de cinco mil.

O encontro foi organizado pelo presidente da Câmara Municipal de Veranópolis, Thomas Schiemann, e liderado apelo presidente do Legislativo caxiense, vereador Felipe Gremelmaier, com a presença de delegações dos Municípios de Farroupilha, São Marcos, Bento Gonçalves, Garibaldi, Ipê, Antônio Prado, Coronel Pilar e Monte Belo do Sul.

Ainda, em Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Caxias do Sul, o presidente do parlamento caxiense, reforçou o apelo para a derrubada dos vetos e o quanto isso poderá contribuir com as cidades da região, que poderão passar a arrecadar de forma segura valores do ISS das administrações de cartão de crédito e débito. “Para isso é fundamental que os representantes na Câmara de Deputados sejam sensibilizados para assumir este compromisso que pode melhorar o combalido caixa dos Municípios”, ressaltou Gremelmaier”.

Confira íntegra do documento aprovado em Veranópolis:

 

“MANIFESTO

Os integrantes do Parlamento Regional da Serra Gaúcha reunidos em Veranópolis vem à público manifestar seu apoio irrestrito ao movimento liderado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) pela derrubada do veto presidencial aos principais pontos da Lei Complementar 116/2003 que trata do ISS de competência dos municípios que consagrava o princípio da redistribuição do Imposto;

Consideramos injusto que toda a receita de ISS gerada a partir de operações com cartão de crédito realizadas nos mais de 5 mil municípios do País seja creditado exclusivamente aos cofres de apenas 135 municípios, sedes de operadoras e instituições financeiras;

Consideramos que a decisão do Presidente Michel Temer de vetar os pontos principais da referida Lei Complementar, justamente nos itens em que corrigiam a distorção tributária e democratizavam o acesso aos recursos de forma proporcional, penalizou duramente os municípios, cada vez mais fragilizados pelo desequilíbrio na distribuição dos recursos arrecadados pela União o que exige revisão imediata do Pacto Federativo;

Consideramos compromisso urgente e inadiável dos Gestores Públicos, Prefeitos e Vereadores, manifestarem junto aos Senhores Deputados que representam os interesses da sociedade, que votem pela derrubada do veto presidencial em favor dos municípios, e que significaria o aporte de pelo menos R$ 6 bilhões aos cofres públicos locais;

É inadmissível permitir a manutenção de privilégios e vantagens que alimentam o sistema financeiro em detrimento da quase totalidade dos municípios brasileiros que lutam para honrar seus compromissos com a comunidade, especialmente em demandas relacionadas com Saúde, Educação, Segurança e Assistência Social.

Parlamento Regional da Serra Gaúcha

Veranópolis, 10 de fevereiro de 2017.”


Agência CNM, com informações da Câmara Municipal de Caxias