Home / Comunicação / Aplicativo conscientiza população sobre escassez de água e preservação de nascentes

Notícias

03/08/2017

Compartilhe esta notícia:

Aplicativo conscientiza população sobre escassez de água e preservação de nascentes

Com o objetivo de conscientizar a população para a escassez de água potável, o Serviço Florestal Brasileiro criou o aplicativo Plantadores de Rios. De acordo com órgão, a ferramenta deve auxiliar os cidadãos, os produtores, ou donos de terrenos onde há recursos hídricos executar ações de preservação e recuperação de rios e nascentes.

Segundo o Serviço, há áreas críticas, onde a escassez hídrica deixou de ser apenas uma ameaça. Para o cidadão comum, no entanto, a crise só é perceptível quando a cidade onde vive passa por racionamentos ou cortes de água.

“O Plantadores de Rios facilita o contato entre o colaborador e o possuidor ou produtor, que ocorre de forma inédita e ao fim do qual os dois se avaliam, criando um ranking que estimula a fidelização de ambos”, explica o diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro, Raimundo Deusdará.

CAR
Atualmente, existem 1,5 milhão de nascentes exibidas no aplicativo, que são aquelas registradas no Cadastro Ambiental Rural (CAR). O próprio Serviço Florestal, de acordo com Raimundo Deusdará, vai adotar, por meio de programas e projetos, 180 mil nascentes.

“O slogan do aplicativo é ‘Plante florestas. Colha água’. Ou seja, a ferramenta, além de ser uma oportunidade de mobilização social, mostra a ligação e importância das florestas para os rios”, comenta Deusdará.

Como usar
O aplicativo Plantadores de Rios está disponível gratuitamente para download em celulares com sistema operacional Android e iOS. Após baixar a ferramenta, o usuário deve se cadastrar com número do CPF – ou CNPJ, para pessoas jurídicas – e endereço de e-mail. No ato do cadastro, é necessário indicar de quais formas poderá ocorrer o apoio - cerca, doação, limpeza ou mudas. Mais de uma opção pode ser marcada.

Com acesso aos dados de localização do dispositivo, o Plantadores de Rios identifica e sinaliza, em um mapa, locais com vários tipos de nascentes: as que necessitam de plantio, as que têm vegetação, as nascentes adotadas pelo usuário. É possível escolher o raio de busca, que pode variar entre 1 km e 15 km.

Após solicitar o apadrinhamento da nascente, que deve ser aceito pelo dono do terreno onde o recurso hídrico está localizado, as duas partes entram em contato direto, por meio de chat interno do aplicativo, para combinar as ações de preservação. Qualquer pessoa pode participar.

Agência CNM, com informações do Portal Brasil


Notícias relacionadas