Home / Comunicação / Aumenta em mais de 60% o número de focos do Aedes aegypti nas cidades catarinenses

Notícias

27/03/2018

Compartilhe esta notícia:

Aumenta em mais de 60% o número de focos do Aedes aegypti nas cidades catarinenses

Cresceu em 67,8% o número de focos do Aedes aegypti desde o início deste ano nos Municípios de Santa Catarina. A constatação foi divulgada pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado. O mosquito é o responsável pela transmissão de doenças como a dengue, vírus da zika e chikungunya.

O número de registros de focos desde o início de 2018 foi de 5.621 em 122 Municípios ante 3.350 focos em 111 cidades catarinenses no mesmo período do ano passado. O relatório aponta que 65 cidades de Santa Catarina foram consideradas infestadas. Entre elas, Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis e Joinville. A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

Ao todo, desde o início deste ano foram notificados 544 casos de dengue em Santa Catarina com 3 confirmações. Já a Chikungunya chegou a 109 casos, sendo 5 confirmados. No mesmo período, o vírus da zika teve a notificação de 30 casos. Desses, 19 foram descartados, 10 suspeitos e 1 inconclusivo.

Com informações do G1


Notícias relacionadas