Home / Comunicação / Grupo de percussão feminino Batalá emociona participantes da XX Marcha

Notícias

17/05/2017

Compartilhe está notícia:

Grupo de percussão feminino Batalá emociona participantes da XX Marcha

 Parte da programação cultural da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, o grupo de percussão feminino Batalá emocionou os participantes do evento na tarde desta quarta-feira, 17 de maio. Formado por cerca de 80 mulheres, o Batalá é pioneiro em Brasília quando o assunto é percussão feminina.

Surdos, dobras, repiques e caixas dão forma ao som da banda, parte do cenário musical da cidade desde 2003. Com tambores e baquetas em punho, elas se apresentaram antes do lançamento do Movimento Mulheres Municipalistas (MMM) – projeto desenvolvido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o MMM foi idealizado pela primeira-dama do municipalismo brasileiro, Tânia Ziulkoski.

No final da apresentação, que circulou por todos os espaços do evento, as percussionistas emprestaram seus instrumentos para algumas gestoras municipais presentes tivessem a oportunidade de experimentar a seção de tocar uma percussão.

Batalá
O Batalá é considerado o primeiro grupo feminino no mundo formado apenas por mulheres. Presente em 16 países, o Batalá ganhou uma caraterística própria em Brasília. Aqui, é o único lugar em que o grupo é formado exclusivamente por mulheres. Foi justamente a busca por esse empoderamento que fez Paulo Garcia importar a ideia do baiano Giba Gonçalves, que fundou o grupo com a intenção de promover a cultura e a musicalidade afro-brasileiras na Europa.

Confira em nossa galeria no flickr as fotos da apresentação.


Notícias relacionadas