Home / Comunicação / Boa prática: primeira-dama de Porangatu promove campanha de doação de sangue

Notícias

23/08/2017

Compartilhe esta notícia:

Boa prática: primeira-dama de Porangatu promove campanha de doação de sangue

Um gesto de amor, a doação de sangue, já virou uma tradição no Município de Porangatu (GO). Uma campanha promovida pela primeira-dama e secretária de Assistência Social, Leila Fernandes, motivou muitos munícipes a comparecerem no Hemocentro do Município.

De acordo com a assessoria da prefeitura, Leila Fernandes demonstrou alegria ao ver tanta gente unida em prol de uma causa e na ocasião recebeu homenagens em razão de ser também o dia de seu aniversário.  

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça para as dificuldades que os bancos de sangue vivem em todo país e lembra da estratégia promovida pela CNM é a Rede de Municípios Doadores. A campanha foi lançada no Diálogo Municipalista realizado em Goiás no dia 2 de agosto. Além de um portal, a entidade lançou um aplicativo para uso no celular.

A proposta é incentivar o gestor municipal a participar da Rede mobilizando os cidadãos e os servidores à doação de sangue, especialmente em situações críticas, quando os estoques dos bancos de sangue atingem a insuficiência.

A CNM incentiva o gestor municipal a desenvolver ações de dimensão social em sua região. A prática da doação de sangue é uma das causas defendidas, neste caso, a área técnica de Saúde da Entidade tem recebido as experiências exitosas desenvolvidas nos Municípios para divulgação, e para apresentação como sugestão ao desenvolvimento das ações em outras cidades brasileiras.

Quem pode doar
Para ser um doador, basta estar enquadrado em critérios como: gozar de boa saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade - 16 e 17 anos, mediante consentimento formal do responsável legal -, pesar acima de 50 quilos, não ter feito tatuagem, piercing ou maquiagem definitiva, há 12 meses.


Notícias relacionadas