Home / Comunicação / Brasil ainda não encontrou uma forma efetiva de combater o crack

Notícias

29/05/2017

Compartilhe está notícia:

Brasil ainda não encontrou uma forma efetiva de combater o crack

Dados do Observatório do Crack, da Confederação Nacional de Municípios (CNM), sobre a situação das drogas no Brasil, foram divulgados na imprensa brasileira, nesta segunda-feira, 29 de maio. Entre eles, o jornal da Manhã, veiculado na Jovem Pan, conversou com presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, que apontou que, há seis anos, já existia o problema do crack em 98,5% dos Municípios. Ele ressaltou o alto número de dependentes em regiões do interior do país. “[A droga] se concentra basicamente nas cidades, mas está também no interior, na zona agrícola”. Ziulkoski citou exemplo de propriedade privada que teve de ser fechada em um Município no Rio Grande do Sul, que possui cerca de oito mil habitantes em decorrência da utilização do espaço por usuários para o consumo de drogas.

Ouça a matéria na íntegra: https://youtu.be/LTDkfTrTY6g

O Observatório do Crack é constantemente atualizado com informações enviadas pelas prefeituras. 

Para ler a repercussão completa na imprensa, clique aqui. 


Notícias relacionadas