Home / Comunicação / Chuvas castigam a população do Sul e provocam mortes e estragos

Notícias

08/06/2017

Compartilhe está notícia:

Chuvas castigam a população do Sul e provocam mortes e estragos

 

As intensas chuvas que permanecem sobre a região Sul do Brasil causam estragos e castigam os moradores. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem acompanhando a situação dos Municípios afetados, nos últimos dias. Com pesar, a entidade acompanhou a ocorrência de óbito e um morador de Caxias do Sul (RS), por conta de deslizamento de terra na região serrana do Estado.

Na madrugada de quarta para quinta-feira, 8 de junho, um temporal causou a morte de outras três pessoas nos Municípios gaúchos de Liberato Salzano, Caxias do Sul e Vila São José.

Inundações; alagamentos; cheia de rios, interrupção do fornecimento de água e energia; destruição de ruas e estradas; soterramento de casas com deslizamentos de terra; quedas de árvores e postes; e destelhamento de casas estão dentre as ocorrências registradas. Pelo menos 126 Municípios foram fortemente afetados pelas chuvas, e deles 56 já decretaram situação de emergência.

De acordo com dados registradas no Observatório dos Desastres da CNM, só em 2016, os prejuízos causados aos cofres públicos municipais superou a cifra de R$ 152 milhões. O setor de transporte público registrou o maior impacto: mais de R$ 98,7 milhões em danos nas vias, pontes e estradas dos Municípios, o que corresponde mais de 64,4% das perdas.

Promoveram decreto de emergência: Tiradentes do Sul, Campo Novo, Três Passos, Coronel Bicaco, Tenente Portela, Panambi, Cristal, Sertão, São Jerônimo, Tunas, São José das Missões, Itaqui, Casca, São Borja, Pedras Altas, Boqueirão do Leão, Dom Pedrito, Barros Cassal, Vila Lângaro, Barão de Cotegipe, Três Arroios, Ponte Preta, Miraguaí, Irai, Cristal do Sul, Uruguaiana, Boa Vista das Missões, Paim Filho, Lagoão, São Nicolau, São Sebastião do Caí, Gentil, Ibirapuitã, Soledade, Garruchos, Porto Xavier, Inhacorá, Pirapó, Porto Mauá, Roque Gonzáles, Três de Maio, Maquiné, Sinimbu, Terra de Areia, Chiapeta, Novo Barreiro, Vista Gaúcha, Floriano Peixoto, São Pedro das Missões, Itati, Minas do Leão, Rio dos Índios, Arroio do Meio, Santo Ângelo, Catuípe e Santo Antônio das Missões.

Vizinho

Em Santa Catarina, de acordo com Defesa Civil do Estado, 93 Municípios já foram afetados, o número de pessoas desalojadas subiu de 21.390 para 21.631, com 29.361 afetados, 8.886 casas foram atingidas, 2.667 pessoas estão desabrigadas - em abrigos públicos municipais. A avaliação dos danos causados podem demorar alguns dias, em decorrência do grande número de afetados.

Também em 2016, o Estado registrou mais de R$ 45,3 milhões de prejuízos por conta das chuvas. Os danos constados em vias, estradas e pontes superam a marca de 26,6 milhões. O que  representa 57,7% dos prejuízos públicos da região.


Notícias relacionadas