Home / Comunicação / Chuvas trazem prejuízos e colocam Municípios em Situação de Emergência

Notícias

24/01/2017

Compartilhe está notícia:

Chuvas trazem prejuízos e colocam Municípios em Situação de Emergência

As chuvas intensas e as enxurradas levaram mais três Municípios gaúchos a terem a Situação de Emergência reconhecida. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira, 24 de janeiro, por meio da Portaria 7/2017.
 
Os Municípios atingidos são: Agudo, Maquiné e Viamão. O Estado do Rio Grande do Sul vem enfrentando dificuldades em decorrência dos temporais. Entre essas, estão a dificuldade de fornecimento de energia elétrica, a perda na agropecuparia, além da destruição de casas e de áreas públicas.
 
Em Agudo, as ruas da região central foram inundadas pela cheia dos córregos que cortam a cidade – Sanga Funda e Arroio Hermes. A população do Municípios também enfrentou destelhamentos e inundações de prédios da administração pública, bem como a interdição de estradas e pontes.
 
No Município de Viamão, cerca de 500 famílias podem ter sido impactadas pelas enxurradas. Pelo menos 30 tiveram de sair de casa durante a madrugada por conta de alagamentos. Já no Município Maquiné, mais de 300 famílias ficaram isoladas após rios transbordarem. As chuvas também impossibilitaram o transporte de hortifrutigranjeiros pelos agricultores.
 
A Defesa Civil do Rio Grande do Sul destaca que a situação vem sendo monitorada por meio de suas coordenadorias. A orientação é de que a população entre em contato por meio do número 199 em caso de emergência.
 
O Rio Grande do Sul, no entanto, não é o único Estado que vem sofrendo impactos das chuvas. As áreas de divisa entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro deverão enfrentar terão chuvas volumosas até o fim desta semana. A região já recebeu muita chuva desde o início da segunda quinzena de janeiro.
 
Em Guaxupé (MG), o córrego que corta a cidade transbordou e a água invadiu casas. Pelo menos 75 famílias foram afetadas com a chuva Jacutinga (MG) e Ouro Fino (MG) também registraram pontos de alagamento.
 
Veja aqui a Portaria.

Agência CNM, com informações do G1 

Notícias relacionadas