Home / Comunicação / CNM abre seminário que vai debater estratégias para Localização dos ODS nos Municípios

Notícias

18/07/2017

Compartilhe esta notícia:

CNM abre seminário que vai debater estratégias para Localização dos ODS nos Municípios

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) abriu o seminário Agenda 2030: Estratégias para Localização dos ODS em Nível Municipal. O encontro – que ocorre nesta terça-feira, 18 de julho, na seda da entidade, em Brasília – é promovido em parceria do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Estão presentes representantes de 16 Estados e do Distrito Federal. O seminário está sendo transmitido ao vivo no Portal TV CNM no Youtube.

Participaram da mesa de abertura o vice-presidente da CNM, Marcel Henrique Micheletto; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e membro da Comissão Nacional de ODS no Brasil, José Patriota Filho; o assessor sênior do Pnud, Haroldo Machado Filho, e, como moderador da mesa, o diretor executivo da CNM, Gustavo Cezario. Patriota Micheletto são os representantes da entidade, que representa todos os governos municipais, frente à Comissão.

Micheletto abriu o evento destacando a relevância do debate para o desenvolvimento territorial dos Municípios e da população de modo geral. “Acredito que essa ferramenta, que a CNM juntamente com o Pnud e outras entidades colaboraram, é uma agenda muito importante para prefeitos e prefeitas. E, no final de tudo, vai gerar mais qualidade de vida aos Municípios”, disse.

Em nome do Pnud, Haroldo Filho falou sobre a importância da parceria com a Confederação. “Nesse grande desafio que é a Agenda 2030, não poderíamos pensar em ter sucesso sem a participação das entidades municipalistas”, pontuou. Para ele, só por meio da participação dos Entes locais será possível implementar as estratégias estabelecidas e promover o desenvolvimento. “Isso é fundamental para que a gente tenha uma realidade melhor, um brasil mais justo e mais inclusivo”, destacou. Ele também falou sobre a responsabilidade da CNM ao representar os Municípios do Brasil.

Representante da CNM na comissão, Patriota falou sobre a experiência de debater esse tema e explicou as ações já desenvolvidas pelo grupo. “Meu sentimento é de que a comissão vai ser bastante atuante. Ele também frisou que os temas em debate estão acima de qualquer outra questão. "As questões aqui discutidas são maiores do que qualquer divergência. A gente precisa ter grandeza ao fazer esse trabalho. Isso é uma questão de nação, muito maior do que qualquer coisa pequena do dia a dia”, afirmou aos participantes.

Patriota ressaltou, ainda, o papel do gestor municipal nesse processo, pois é ele que está próximo da população. “São muitos desafios em um tempo como esse. Vamos criar um mecanismo na CNM para que todos se sintam integrantes dessa comissão. Nós estamos com uma boa expectativa. Acho que o mais importante não é em Brasília, mas sim nos Estados e nos territórios. É nas regiões onde as coisas acontecem”, afirmou.

O diretor executivo da CNM reforçou a importância do debate e lembrou que a CNM vai realizar eventos regionais para debater assuntos que integram o debate da Agenda 2030. O Diálogo Municipalista ocorre em várias Estados e visa a aproximar a entidade das demandas municipais, debatendo questões como saúde, meio ambiente, educação, desenvolvimento territorial e social, entre outros. “Ao discutir esses temas ao longo de 17 momentos, estamos também debatendo os ODS. No Rio Grande do Norte, os ODS ganham o destaque e passam a ser o tema principal do Diálogo Municipalista”, disse.

Seminário
O evento tem como objetivo debater as estratégias de localização da Agenda 2030, abordar ferramentas, instrumentos e a articulação, bem como o fortalecimento das capacidades locais para implementação, monitoramento e avaliação dos ODS. Por isso, será uma oportunidade para conhecer mais sobre a Agenda e as ações que já estão sendo desenvolvidas dentro da temática.

Além disso, o encontro vai servir como um espaço de intercâmbio de experiências para a Localização dos ODS, incluindo a implementação, o monitoramento e a avaliação deles. Ainda vai marcar a finalização da primeira etapa do Projeto “Localização dos ODS”, iniciado em 2016 por meio de parceria firmada entre a CNM e a iniciativa ART-PNUD.

No âmbito do projeto, com vistas a apoiar a incorporação da Agenda, foram lançados dois Guias, publicados na biblioteca virtual da CNM. Já a Mandala de Desempenho Municipal está disponível no acesso restrito do site.

Veja aqui  a programação do evento
Veja aqui mais informações sobre o Diálogo Municipalista


Notícias relacionadas