Home / Comunicação / CNM apresenta resultados da Convocatória de Projetos Inspiradores da Nova Agenda Urbana

Notícias

12/01/2017

Compartilhe está notícia:

CNM apresenta resultados da Convocatória de Projetos Inspiradores da Nova Agenda Urbana

A Confederação Nacional de Municipios (CNM) informa aos gestores que foram divulgados os resultados da Convocatória de Projetos Inspiradores da Nova Agenda  Urbana.  O objetivo da convocatória  foi identificar projetos que irão atuar sobre a Nova Agenda Urbana e difundir as iniciativas que atuem na construção de cidades verdes e inclusivas para  fortalecer o desenvolvimento urbano sustentável.

A convocatória é uma ação  do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat). A iniciativa tem o apoio de parceiros como a Federação Latino-Americana de Cidades, Municípios e Associações Municipalistas (Flacma) e a própria CNM. A entidade explica que foram recebidos 147 projetos de 16 países da América Latina e Caribe. Os países que mais se destacaram em número de projetos enviados foram o Brasil, o México e a Colômbia.

Como parte do processo da convocatória, os projetos enviados foram avaliados por membros do comitê técnico composto por representantes de diferentes organizações e especialistas na temática de desenvolvimento sustentável vinculado a Nova Agenda Urbana.

Projetos selecionados
A Confederação informa que ao todo o comitê selecionou 4 propostas: Projeto del  Caño Martín Peña, de San Juan, em Porto Rico; Plano de Melhoramento Integral de Bairros Periféricos de Cuenca, no Equador; Espaços de Dulzura, de Curridabat, na Costa Rica e Plano Diretor Estratégico do Município de São Paulo, em São Paulo, Brasil.

Todos os projetos passaram por uma avaliação minuciosa. Para isso, foram considerados  critérios e indicadores pré-estabelecidos na convocatória. Entre eles, estão  aspectos relacionados à inovação, ao impacto, à associação/cooperação/ e à adaptabilidade.

Temas
Também foram levados em conta a participação cidadã, temas transversais (gênero, juventude, cidadania, direitos humanos, mudanças climáticas), os princípios da Nova Agenda Urbana e os principios da  ONU-Habitat, quais sejam: legislação, planejamento, desenho e finanças urbanas.

Além das quatro propostas seleciondas, foram escolhidos outros quatro projetos que receberam menção honrosa. Eles são da Colômbia, Brasil, Bolívia e Argentina. Essas ações se destacaram por aportar uma ação integrada com o desenvolvimento urbano e com a capacidade de atingir resultados e estarem integrados com os temas transversais da Agenda 2030.

 


Notícias relacionadas