Home / Comunicação / CNM busca soluções para problemas técnicos, financeiros e estruturais das UPAs

Notícias

14/11/2017

Compartilhe esta notícia:

CNM busca soluções para problemas técnicos, financeiros e estruturais das UPAs

Preocupada e comprometida com a resolução da problemática das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) nos Municípios, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) tem buscado caminhos para auxiliar o gestor no encaminhamento desses graves entraves. Assim, a entidade iniciará uma série de ações com o objetivo de promover o debate.

A entidade quer aproveitar que, na próxima semana, será a grande mobilização nacional em Brasília, com a campanha Não deixem os Municípios afundarem, onde são esperados cerca de dois mil gestores municipais e, como parte das ações, discutir as políticas de saúde.

Entre as iniciativas, está uma reunião junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministérios. O objetivo é debater e discutir sobre um sério problema que atinge os Municípios, ou seja, a situação técnica, financeira e estrutural das Unidades de Pronto Atendimento, assim como da operacionalização da devolução dos repasses das obras de forma a não sufocar ainda mais os Municípios.

A Confederação destaca que hoje existem 174 UPAs prontas e que ainda não foram inauguradas em virtude do alto custo para a sua manutenção. As estratégias de pronto atendimento foram criadas para viabilizar o atendimento na média complexidade. No entanto, os Municípios que possuem essa estrutura encontraram uma demanda por insumos e serviços acima de suas possibilidades.

Clique aqui para participar da reunião ampliada


Notícias relacionadas