Home / Comunicação / CNM participa de intercâmbio com associação da Europa, da África e da América do Norte

Notícias

03/10/2017

Compartilhe esta notícia:

CNM participa de intercâmbio com associação da Europa, da África e da América do Norte

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) participou do Encontro Anual do Grupo de Trabalho de Fortalecimento Institucional e Cooperação (CIB, em inglês) da Organização Mundial de Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU). O encontro foi realizado na cidade de Durban, na África do Sul, entre os dias 26 a 28 de setembro.

Os debatidos os desafios da ação internacional das associações de Municípios, como a CNM, foram batidos durante o encontro. Nesse aspecto, identificou-se que é importante fortalecer o reconhecimento das autoridades locais nas negociações internacionais. Diretores executivos e assessores internacionais de associações nacionais de Municípios participaram da reunião, além de representantes de redes de cidades, governos locais e centros de capacitação de diferentes partes do mundo

Todas as associações presentes reconheceram que têm importante papel na construção de agendas internacionais junto a seus governos nacionais e organizações internacionais, bem como na tradução da linguagem dos acordos internacionais para a realidade dos Municípios. As instituições viabilizam uma visão mais ampla das necessidades e demandas dos Municípios de diferentes portes de seus países. ­ ­­

Durante a reunião, a Subsecretária Geral da CGLU, Emilia Saiz, explicou como está o processo global de influência dos governos locais em agendas internacionais. Foram alcançados avanços importantes nos últimos anos aumentando a capacidade das autoridades locais de ser parte desse processo.

A. CNMAgenda 2030

Foi debatido, durante a agenda, como os governos locais estão percebendo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O representante de um instituto de capacitação local na África do Sul, Mile, explicou que a agenda pode fortalecer a influência dos governos locais no diálogo nacional.

No que se refere ao monitoramento dos ODS, a assessora Internacional, Tatiane de Jesus, apresentou a Mandala dos ODS da CNM. A coordenadora da área Internacional da Deustcher Statetag, associação alemã de Municípios, explicou o processo de criação de indicadores por sua organização. Já o diretor de pesquisa da CGLU, Edgardo Bilsky, apresentou o informe mundial de governos locais sobre a localização dos ODS.

Mulheres líderes

Pela primeira vez, esse encontro inclui uma sessão específica sobre gênero e equidade. Na ocasião, a representante da CNM apresentou o Movimento de Mulheres Municipalistas no Brasil (MMM) e os avanços realizados. A iniciativa propõe fortalecer ações de empoderamento de mulheres líderes e trabalhar pelas diversas associações, as quais conduzem desde capacitações para prefeitas até a implementação de projetos focados na inserção de mulheres no mercado de trabalho em nível local.

Outro ponto de destaque da agenda do encontro foi o intercâmbio de experiências sobre os processos de Monitoramento e Avaliação da ação internacional das associações nacionais e dos governos locais. A Federação Canadense de Municípios (FCM) apresentou as metodologias que utiliza e os desafios. Os presentes apresentaram a importância de fortalecer a avaliação de resultados das ações internacionais.


Notícias relacionadas