Home / Comunicação / Confederação dialoga regulamentação do lobby com entidades internacionais

Notícias

23/10/2017

Compartilhe esta notícia:

Confederação dialoga regulamentação do lobby com entidades internacionais

O diretor de controle interno da Associação Chilena de Municipalidades (AChM), Juan Esteban Millalonco, esteve na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília. O motivo da visita foi apresentar sua experiência com relação à Lei do Lobby no Chile, além de promover o intercâmbio de práticas de gestão entre as duas entidades.

Foram dois dias intensos de agenda. No primeiro deles, Millalonco esteve com a equipe da CNM para conhecer a sede da entidade e, posteriormente, fazer sua apresentação sobre o lobby. O Chile é o único país da América Latina que possui uma legislação específica regulamentando a ação.

Aqui no Brasil, tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei (PL) 1.202/2007. O texto tem sido objeto de discussão em várias esferas, pois pretende normatizar a atividade no país. A principal indagação que paira é sobre quem ela afetaria e como pode alterar a dinâmica de representação de interesses nos Poderes da Federação. 

Já no segundo dia, o diretor pode conhecer de perto a estrutura de funcionamento da CNM e os serviços entregues aos Municípios filiados. Durante o diálogo, Juan também contou um pouco de sua experiência como diretor de controle interno da AChM.

Como parte da Federação Latino-Americana de Cidades, Municípios e Associações de Governos Locais (Flacma) e da Organização Mundial de Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU), a CNM vem estreitado cada vez mais o diálogo com as associações municipalistas internacionais. Na visão da entidade, o intercâmbio de conhecimento é fundamental para levar adiante os pleitos dos Municípios.

Leia também:

CNM promove debate com especialistas sobre regulamentação do lobby

 


Notícias relacionadas