Home / Comunicação / Dia Internacional Contra à Corrupção lembra do compromisso assumido pelo Brasil em 2003

Notícias

11/12/2017

Compartilhe esta notícia:

Dia Internacional Contra à Corrupção lembra do compromisso assumido pelo Brasil em 2003

Medidas que buscam combater atos ilegais e antiéticos no Brasil, principalmente na política nacional, ganharam destaque neste sábado 9 de dezembro, em que ocorreu o Dia Internacional Contra à Corrupção. A data remete ao compromisso assumido pelo Brasil e por mais 101 países, que assinaram a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, em 2003, na cidade mexicana de Mérida.

Sabe-se que corrupção é o maior obstáculo ao desenvolvimento econômico e social na atualidade. Todos os anos, 1 trilhão de dólares é pago em suborno, enquanto cerca de 2,6 trilhões de dólares são roubados pela corrupção, o equivalente a mais de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial.

Para enfrentar essa realidade, a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção – United Nations Convention against Corruption (Uncac) - foi promulgada em 31 de outubro 2003 e entrou em vigor em 14 de dezembro de 2005. No Brasil, a data foi aprovada pelo Decreto 5.687/2006.

Mensagem
Em 2016, o Unodc e a Controladoria Geral da União (CGU) realizaram evento para marcar a data, com a presença do ministro-chefe da CGU, Jorge Hage; e o representante do Escritório de Ligação e Parceria do Unodc no Brasil, Rafael Franzini. A principal mensagem foi de que todos têm o poder de se levantar e lutar contra a corrupção.

No Brasil, dentre ações propostas estão o reconhecimento de candidaturas independentes, fora dos partidos, para representação popular no Executivo e no Legislativo a partir das eleições de 2018; e a extinção do fundão dos R$ 2 bilhões criado para financiar as campanhas. Também foi destacado, durante este ano, que combater corrupção é vital para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Leia também: Termos corrupção e controle social ganham espaço na agenda nacional


Notícias relacionadas