Home / Comunicação / Dia Mundial sem Carro: conheça ações da CNM para melhorar a mobilidade nos Municípios

Notícias

22/09/2017

Compartilhe está notícia:

Dia Mundial sem Carro: conheça ações da CNM para melhorar a mobilidade nos Municípios

Nesta sexta-feira, 22 de setembro, é celebrado o Dia Mundial sem Carro. A data foi instituída para que as pessoas reflitam sobre a priorização do transporte individual e descubram formas de locomoção além do automóvel. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem promovido diversas iniciativas no sentido de conscientizar a população sobre benefícios para motoristas e passageiros de veículos na utilização de formas alternativas de deslocamento.  

A entidade avalia que o dia 22 de setembro é uma oportunidade para que as pessoas se apropriem do espaço de uma outra forma, com estímulos a um novo planejamento que contemplem uma pluralidade de modais. O transporte público, a bicicleta e até a caminhada são alternativas benéficas à saúde dos usuários e que contribuem com o meio ambiente.

A Confederação reforça que a priorização desses modais não necessita de uma infraestrutura tão onerosa, mas de uma reorganização dos usos e deslocamentos urbanos que podem ser bem resolvidos em um bom planejamento que integre o uso e a ocupação do solo, bem como a mobilidade urbana. A CNM ainda considera que ações educativas e de estímulo à utilização de novos modais como o Dia Mundial Sem Carro auxiliam na mudança de comportamento e na implementação de novas soluções.

Projeto Movimente

Outra ação da CNM para contribuir com a mobilidade local é o Projeto Movimente. A entidade desenvolveu um projeto piloto em Município goiano, em parceria com a Universidade de Michigan, nos Estados Unidos.

A iniciativa utiliza a metodologia Smart, que prevê um trabalho focado em possíveis solução e não nos problemas existentes, como geralmente ocorre. O intuito é estimular a criação de políticas públicas locais de mobilidade, trânsito e de acesso a serviços, por meio do desenvolvimento de ferramentas adaptadas à realidade dos Municípios brasileiros.

ODS e Diálogo Municipalista

A CNM também possui uma parceria em andamento que tem como objetivo conscientizar e fortalecer a atuação dos Municípios brasileiros para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da nova agenda de desenvolvimento: a Agenda de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030). Trata-se de uma agenda global para o desenvolvimento humano e sustentável onde o Brasil, junto com outros 192 países, aderiram em setembro de 2015 e que deve ser implantada até 2030. A implementação dos ODS é essencial para o monitoramento das ações que muitas vezes já são previstas nas políticas públicas municipais, mas precisam ser alinhadas à indicadores para que possam ser mensurados depois.

A CNM selecionou 24 indicadores, divididos em quadrantes e vinculados aos ODS e criou uma Mandala para servir de linha de base e oferecer aos prefeitos e gestores um conjunto de dados que permita mensurar a evolução desses indicadores. Outro fator a ser ressaltado foi a adoção dos parâmetros para que se pudesse estabelecer maneiras de analisar a situação atual e futura. A Mandala está disponível no site da CNM, no espaço contribuinte. Nos dias 4 e 5 de outubro, a CNM ainda vai promover mais uma edição do Diálogo Municipalista que será realizado na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. Na oportunidade, a entidade vai trazer um debate sobre o tema Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Do local ao Global. 

Semana Nacional de Trânsito

Ao longo desta semana, a Confederação apresentou cinco dicas na página do trânsito para que os Municípios façam a sua parte e melhorem a gestão do trânsito. Além das dicas que podem desenvolver a gestão do trânsito e reduzir os gastos com saúde e previdência, a implementação de políticas integradas podem proporcionar melhorias em diversas áreas em decorrência de boas ações em áreas estratégicas.

Objetivos

O Dia Mundial sem Carro foi criado em 1997, na França, e disseminado em vários países da Europa. No Brasil, o Município de São Paulo adota atividades desde 2003. Com a visibilidade da data, outros Entes brasileiros passaram a desenvolver atividades e algumas cidades elegeram setembro como o Mês da Mobilidade.

A data de reflexão foi instituída diante da priorização em relação ao uso individual do automóvel. Essa cultura impulsiona a venda de veículos por meio de incentivos e da criação de infraestrutura de circulação. Entretanto, a utilização do transporte individual não resolve os problemas de mobilidade. Pelo contrário, os reflexos dessa forma de locomoção fizeram com que as cidades extinguissem trajetos de pessoas, dos rios e de outros modais em detrimento de construção de percursos para se chegar mais rápido com o automóvel ou para se transportar pelo meio rodoviário. 

Acesse aqui o Guia Metodológico: Projeto Movimente. Veja a programação do Diálogo Municipalista e confirma a sua participação. Mais informações como as ações da CNM e materiais publicados podem ser conferidas aqui


Notícias relacionadas