Home / Comunicação / Entidades municipalistas pedem a parlamentares recursos para os Municípios do Rio

Notícias

14/11/2017

Compartilhe esta notícia:

Entidades municipalistas pedem a parlamentares recursos para os Municípios do Rio

Em conjunto com a Confederação Nacional de Municípios (CNM), a Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj) realizou uma audiência com parlamentares fluminenses na sede da entidade estadual para discussão da crise que assola as finanças das prefeituras brasileiras. As lideranças municipalistas presentes exigem, principalmente, o Apoio Financeiro aos Municípios (AFM) e a derrubada do veto ao Encontro de Contas.

Entre os parlamentares e autoridades presentes no encontro, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mostraram-se sensíveis a drástica condição atual dos Municípios brasileiros e reconhecem a importância da pauta do movimento.

Com auditório lotado, as lideranças municipalistas lembraram os gestores presentes da importância de comparecer à mobilização programada para o dia 22 de novembro, chamada de “Não deixem os Municípios afundarem”. O protesto ocorrerá em Brasília, no Congresso Nacional, com o intuito de mobilizar os parlamentares para aprovação da pauta mínima dos Municípios, que auxiliará a saída da crise.

14112017 aroldiemaia agcnmO vice-presidente da Confederação, Glademir Aroldi, reforçou as expectativas do movimento em relação às ações do Congresso Nacional para auxiliar os Municípios brasileiros. “Esperamos que o Congresso Nacional faça uma semana de votação dos pleitos municipalistas, o que inclui, sem dúvida nenhuma, a questão dos precatórios, o que é muito importante para os Municípios do Rio de Janeiro”, disse ele.

O prefeito de Rio das Flores (RJ), Vicente Guedes, pediu a palavra para falar diretamente a Maia sobre a necessidade de se rever o pacto federativo. “Cada vez mais a responsabilidade da Educação recaí sobre os Municípios. Na Assistência Social, progressivamente, os Municípios estão sendo chamados a fazer”, apontou ele.

Em conversa direta com a CNM, Maia se compromete a incluir na pauta da Casa legislativa os pleitos municipalistas e pede apoio da entidade e dos Municípios com a Reforma da Previdência.


Notícias relacionadas