Home / Comunicação / Fogo no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros já destruiu 22% da área reservada

Notícias

24/10/2017

Compartilhe esta notícia:

Fogo no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros já destruiu 22% da área reservada

Desde a semana passada um incêndio tem devastado o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Até o momento o fogo já destruiu mais de 52 mil hectares da área total do parque, de 240 mil hectares, de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão responsável pela administração do parque. A área corresponde a 22% da unidade de conservação.

Mais de 200 pessoas estão envolvidas no trabalho de combate ao fogo que ocorre pela terra e ar. São cinco aviões tanques e três helicópteros do ICMBio, da Polícia Rodoviária Federal e do Corpo de Bombeiros de Goiás. Brigadistas, voluntários, bombeiros, veterinários, moradores. Centenas de pessoas estão mobilizadas e seguem, desde a última semana, ajudando a combater o incêndio que ainda está fora de controle.

A fumaça alta, escura e densa ainda esconde parte do rastro de destruição causado pelo fogo criminoso, mas já é possível ter noção dos estragos ao cerrado nativo. O incêndio matou animais selvagens, destruiu áreas de pastagem e levou muita gente a ser internada por conta da inalação de fumaça. Principal atração natural de Goiás e um dos mais concorridos destinos dos brasilienses nos fins de semana e feriados, a reserva está fechada a visitação, sem previsão de reabertura.

Segundo a Defesa Civil de Goiás, não houve pessoas feridas nem casas atingidas, mas não descarta a possibilidade de interdição de edificações rurais e urbanas. Várias pessoas procuraram postos de saúde em busca de ajuda após inalar a fumaça do incêndio. “Houve aumento de cerca de 20% a 30% nos atendimentos. A maioria, pessoas com problemas respiratórios causados pela fumaça. Algumas precisaram ser internadas e outras foram medicadas e liberadas”, contou Clindivaldo Gonçalves Gomes, diretor do hospital municipal de Cavalcante (GO). Distante 310km de Brasília, o Município era um dos mais afetados pelo fogo ontem.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) declarou a Chapada dos Veadeiros Patrimônio Natural da Humanidade em 2001.

Polícia investiga causa do incêndio
Representantes do ICMBio afirmaram ter certeza de que o fogo foi provocado. A suspeita também é de autoridades e ambientalistas, que acreditam que a ação criminosa ocorre por parte de fazendeiros insatisfeitos com a recente ampliação da área de proteção da Chapada. Diretor do parque e também servidor do ICMBio, Fernando Tatagiba disse que há indícios de que uma pessoa colocou fogo na vegetação dos dois lados da rodovia GO-118 e no interior de um aceiro. "Certamente se trata de uma pessoa que conhece a região e a nossa dinâmica de combate às chamas", comentou.

Ontem, a prefeitura de Alto Paraíso de Goiás, principal cidade da região, informou que a Polícia Civil investiga a causa do incêndio. Ela também será apurada pelo Corpo de Bombeiros, mas as duas investigações ainda não têm prazo para conclusão. Uma perícia também ainda não tem previsão de ser feita, já que a prioridade é conter o fogo.

Agência CNM com informações do Correio Brasilienze e da Agência Brasil


Notícias relacionadas