Home / Comunicação / Incremento do Turismo por meio de ações conjuntas são valorizadas por especialistas

Notícias

29/11/2017

Compartilhe esta notícia:

Incremento do Turismo por meio de ações conjuntas são valorizadas por especialistas

O planejamento de iniciativas entre cidades vizinhas que tenham como objetivo comum o desenvolvimento do Turismo foi tema de um painel do Diálogo Municipalista e do IV Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial em Foz do Iguaçu, no Paraná, nesta terça-feira, 28 de novembro. Especialistas de instituições ligadas ao Turismo e da Confederação Nacional de Municípios (CNM) debateram a sustentabilidade das ofertas turísticas em Rede, desenvolvimento regional integrado e a atração de investimentos em destinos turísticos de grande valor cultural e natural: Masterplan e Planejamento Vocacionado.

O colaborador da CNM, Augusto Braun, detalhou a ferramenta da CNM denominada Rede Municipalista. A iniciativa é uma oportunidade de interação entre agentes municipalistas e gestores e contribui com o debate e a interação de temas ligados ao municipalismo como, por exemplo, em mobilizações junto ao Congresso para que projetos de interesse dos Municípios avancem. “O objetivo da Rede Municipalista é fortalecer a presença e a pressão que a CNM consegue exercer sobre o governo federal e o Congresso Nacional no sentido de melhorar as condições de gestão dos Municípios”, explicou.

A participação da diretora técnica da Paraná Turismo, Deise Beserra, focou o planejamento do Turismo por meio da regionalização. Ela enalteceu a cultura e o número de Municípios paranaenses que possuem potencial turístico e destacou a diversidade cultural dos Entes. Nesse contexto, a diretora defendeu atuações conjuntas para ampliar o desenvolvimento das cidades.

Master plan
O presidente da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura, Vicente Giffoni, explicou o conceito de uma ação conhecida como Master plan. Ela consiste em um planejamento master e visa a integração de uma rota turística de uma região, geralmente de cidades circunvizinhas com similaridade de perfil de segmento turístico atrativo.

Esse tipo de iniciativa ainda pode ser estendido a nível nacional. A partir desse tipo de planejamento são definidas estratégias de investimentos, como em estrutura e capacitação. O painel também contou com a participação do coordenador de Turismo do Sebrae, Aldo Carvalho, que tratou do tema Turismo de Negócios e explanou sobre o Selo de Qualidade do Turismo. Além dele, o representante de Itaipu, Alexandre Pacheco, fez uma apresentação de ações modelo para o desenvolvimento do Turismo. A programação do Diálogo Municipalista e do IV Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial de Foz do Iguaçu segue até a quinta-feira, 30 de novembro.

O 4º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turística e Patrimônio Mundial é promovido pela CNM em parceria com a Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM) e conta com o apoio institucional da prefeitura de Foz do Iguaçu e com apoio financeiro da Caixa Econômica Federal, da Editora Positivo, do Sistema de Ensino Aprende Brasil, da Itaipu Binacional e governo federal. Além disso, conta com o apoio institucional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA).

 


Notícias relacionadas