Home / Comunicação / Lançado livro que aborda boas práticas em gestão do Turismo em Congonhas (MG)

Notícias

12/04/2017

Compartilhe esta notícia:

Lançado livro que aborda boas práticas em gestão do Turismo em Congonhas (MG)

O primeiro dia do 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial encerrou com o lançamento do livro Museu de Congonhas. A publicação, da Organização para a Educação, a Ciência e a Cultura das Nações Unidas (Unesco), resgata em uma narrativa de fácil leitura a trajetória de preservação do sítio e a criação do museu.

A cerimônia, realizada na tarde do dia 11 de abril, foi a última atividade do Encontro, que continua neste dia 12 com novos painéis temáticos. O presidente da Organização Brasileira das Cidades Patrimônio Mundial (OCBPM), Mário Nascimento, foi o anfitrião e destacou a importância do evento para os gestores municipais.

Em seguida, conduziu a palavra para a coordenadora de Cultura da Unesco, Patrícia Reis. Ela agradeceu a presença dos convidados e chamou a atenção para as atribuições desempenhadas por cada um dos Entes federados. “É fundamental que União, Estados e Municípios olhem para o seu papel na gestão cultural. O que estamos fazendo para colocar a Cultura como estratégia no meu Município”, indagou.

A diretora programática da Unesco no Brasil, Marlova Noleto reforçou esse ponto em sua fala e abordou ainda o protagonismo dos Municípios brasileiros na efetivação das políticas públicas da área. “A gente quando pensa no Estado ou na União, tem uma ideia de abstração. Essa realidade é diferente do que acontece nos Municípios, onde o prefeito é facilmente acessado pela população. Tenho certeza que muitos detentores de cargos públicos ficariam surpresos se vivenciassem isso”, disse.

Diante das falas, a autora do livro Jurema Machado comentou sua alegria em partilhar o momento durante o Encontro e falou brevemente sobre o conteúdo publicado. O prefeito de Congonhas (MG), José Cordeiro, demonstrou satisfação em ter a iniciativa de sua cidade apresentada no material. “Eu fico muito feliz de estar aqui hoje com vocês. Foi um trabalho que desenvolvemos com muito esforço”, afirmou.

O livro Museu de Congonhas retrata toda a caminhada, inclusive os desafios e inovações, na conservação do sítio. Aborda também aspectos relacionados à vigilância, segurança e monitoramento, além de um capítulo dedicado à comunicação do patrimônio por meio do museu.


Notícias relacionadas