Home / Comunicação / Localizando os ODS: CNM realiza oficina em João Pessoa para apresentar ações do projeto

Notícias

06/06/2017

Compartilhe está notícia:

Localizando os ODS: CNM realiza oficina em João Pessoa para apresentar ações do projeto

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) realizou oficina em João Pessoa (PB) com o objetivo de apresentar os principais resultados alcançados pelo projeto Localizando os ODS no Brasil e as próximas ações em relação à Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas (ONU). O evento ocorreu nesta segunda-feira, 5 de junho.

A oficina reuniu presidentes das entidades municipalistas estaduais dos Estados da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte, além de representantes de governos locais. A Confederação reforça a importância da promoção de espaços de diálogo e troca de experiências visando o aprimoramento das gestões. O diretor do Projeto, Santiago Gallo, que também atua como consultor da entidade, afirmou: "esta oficina teve como objetivo a participação das entidades estaduais na formulação da segunda etapa do Projeto que terá início em agosto com ênfase na sensibilização e capacitação das associações de Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte"

O secretário da CNM, Eduardo Tabosa, que participou do encontro, destacou que a troca de experiências foi muito positiva e afirmou que foi assumido um compromisso de os três Estados marcharem juntos em relação à temática. “Os Municípios precisam do apoio da CNM nessa segunda etapa do projeto, onde nós vamos alinhar o que já temos de conhecimento com as dificuldades dos Estados”, disse. Tabosa afirmou, ainda, que serão buscados parceiros para contribuir com esse avanço. “Que consigamos até 2030 melhorar a vida de nossas populações”, ressaltou.

O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Luiz Bênes, parabenizou a iniciativa da CNM e afirmou que a entidade estadual está comprometida com o projeto. “No momento em que vivemos, em uma crise regional, nacional e mundial de poucos recursos e muitas demandas, quanto mais informação e avaliação custo-benefício daquela aplicação, daquela política pública, com certeza a possibilidade de acertarmos é muito maior”, disse.

Já o presidente da Federação das Associações de municípios da Paraíba (Famup), Tota Guedes, afirmou que políticas públicas das Agendas de Desenvolvimento do Milênio e agora de Desenvolvimento Sustentável dizem respeito ao cotidiano das prefeituras, e que é preciso regulamentar as políticas de acordo com os ODS. “Precisa conscientizar o gestor para que ele coloque no seus PPAs”. Ele também reforçou que, por mais que as administrações sejam influenciadas positivamente, quem vai ganhar com a iniciativa é a população.

Buba Germano, Secretário de Articulação Municipal do Estado da Paraíba, reforçou a importância do evento e da conscientização dos gestores locais. “Até agosto nós temos que correr para fazer o alinhamento dos ODS junto aos Planos Plurianuais de investimento nos orçamentos municipais, isso é fundamental porque, para os gestores que querem se comprometer com a Agenda, ele tem que ter amparo legal dentro da prestação orçamentária”.

Sobre o projeto

O projeto é uma parceria entre a CNM e a Articulação de Redes Territoriais do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (ART Pnud). A iniciativa teve início no segundo semestre de 2016. No âmbito do projeto já foram lançados dois guias, que podem ser acessados pela biblioteca virtual da CNM, e a Mandala Municipal, um instrumento de monitoramento municipal no âmbito dos indicadores da Agenda de Desenvolvimento Sustentável. 

Para mais informações sobre o projeto e sobre a temática, a assessoria internacional da CNM se encontra à disposição por meio do e-mail internacional@cnm.org.br e pelos telefones (61) 2101 6032/6095/6609. 

 


Notícias relacionadas