Home / Comunicação / Na Argentina, droga chamada Paco tem causado violência e milhares de morte

Notícias

07/12/2017

Compartilhe esta notícia:

Na Argentina, droga chamada Paco tem causado violência e milhares de morte

Conhecida na Argentina como droga dos pobres - uma variação da cocaína - o Paco tem causado milhares de mortes e muita violência no país vizinho ao Brasil. A preocupação da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é que a droga também se torne comum nos Municípios brasileiros.

A entidade explica que assim como o crack, o paco nada mais é do que uma nova denominação para a cocaína, utilizada na forma fumada. Sua absorção muito rápida, a intensidade de excitação provocada pela droga e seu baixo custo - 2 pesos, pouco mais de R$ 1-, permite que a dependência se instale rapidamente, algo muito parecido com o crack, usado no Brasil. Contudo, esta droga contém uma grande quantidade de solventes e até mesmo querosene, para pouca cocaína, o que a torna mais tóxico do que o crack.

O relatório da Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife), divulgado pelo Escritório da ONU contra Drogas e Crimes (UNODC), aponta um cenário grave, com crianças de 8 e 9 anos consumindo a droga na Argentina, e alerta também para o crescimento exorbitante do consumo de crack no Brasil. Aliás, nosso país ocupa agora a segunda posição no consumo de cocaína, desta forma, a disseminação do paco marca uma mudança significativa tanto para Argentina quanto para o Brasil.

Conforme declaração do general e secretário Nacional de Drogas no Brasil, Roberto Uchoa, as leis alfandegárias ficaram mais rígidas. O intuito é deter o fluxo das substâncias químicas manufaturadas em grandes quantidades, em ambos os países, para limitar o acesso dos traficantes bolivianos que buscam refinar a base da cocaína para transformá-la em pó de maior valor. Desta forma, enquanto a qualidade do produto boliviano caiu, o mercado europeu, em particular, tem rejeitado a droga de menor qualidade e, desta forma, mais dela veio para o Brasil e foi para a Argentina.

A CNM alerta que o paco, como inúmeras drogas, pode provocar sérios danos à saúde, causando complicações cardiovasculares, pulmonares e cerebrais. Sua privação provoca intensos quadros de síndrome de abstinência e a dependência, depois de instalada, é de difícil tratamento.

Conheça mais sobre a atuação da CNM no combate às drogas no Observatório do Crack


Notícias relacionadas