Home / Comunicação / Plenária apresenta ferramentas que podem ajudar na gestão local

Notícias

10/11/2016

Compartilhe está notícia:

Plenária apresenta ferramentas que podem ajudar na gestão local

Os prefeitos eleitos para o mandato 2017-2020 da região Nordeste que já estão em Brasília, para o Seminário Novos Gestores, tiveram a oportunidade de participar de debate sobre ferramentas inovadoras que podem ajudar na gestão local. Integrantes da equipe técnica da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e especialistas apresentaram alguns desses instrumentos, como por exemplo: Contabilidade, Consórcios intermunicipais, Rede Municipalista, Urbem e MuniCiência. 

A professora de Contabilidade Pública da Universidade de Brasília (UNB), Diana Lima, iniciou a plenária, na tarde desta quarta-feira, 9 de novembro, com algumas dicas para o processo de transição de mandato. Ela pontou algumas medidas importantes, e dentre elas ressaltou que é fundamental solicitar relatórios contábeis, patrimoniais e de execução do orçamento ao atual gestor. Já a consultora da CNM, Joanni Hendrichs, falou sobre consórcios públicos intermunicipais. Ela destacou que essas instituições de personalidade jurídica e de caráter público podem ajudar a solucionar problemas comuns de Municípios de determinada região. 

A Rede Municipalista que é a nova estratégia da CNM para ampliar e facilitar o canal de comunicação e interação entre a entidade municipalista, os gestores e a comunidade foi apresentada pelo consultor, Maurício Zanin. Além de ter mostrado como funcionará a rede e como os prefeitos fazem para participar dessa nova modalidade de atuação, Zanin relatou por quais meios essa comunicação deve ocorrer e quais os tipos de informações devem ser repassadas, inclusive as consideradas de urgência, como projetos com impacto nos Municípios a pauta de votação da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. 

Ag. LAR_/CNMCapacitação
Cursos de capacitações para os integrantes da Rede estão previstos, e devem promover melhorias na gestão, segundo informou o consultor da Confederação. Na mesma ideologia de compartimento de informações e de busca por melhorias nas administrações municipais, o projeto MuniCiência foi detalhado pelo consultora, Márcia Joppert. “Tudo o que é feito no Município de inovador e de boa prática deve ser visto como ciência. Tem de ser observado, pesquisado, registrado e disseminado”, informou. 

De acordo com Márcia, o objetivo do MuniCiência é, justamente, descobrir onde estão acontecendo essa inovações para compartilhar com os demais gestores, por meio de uma plataforma digital. Ainda dentro do assunto de inovações tecnologistas, o Urbem – um software de gestão governamental gratuito – foi abordado. O consultor, Ronaldo Antoni, informou aos prefeitos, participantes da plenária, que a ferramenta concede as Prefeituras o poder das informações, de fato. O Urbem também é uma forma de promover a modernização da gestão e o cumprimento de determinações legais, inclusive da Lei da Transferência. 

Participantes
Diversos prefeitos tiveram a oportunidade de sanar dúvidas. Dentre as perguntas apresentadas aos especialistas, os prefeitos buscaram mais orientações contábeis e informações sobre o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). Eles também apresentaram dúvidas sobre consórcios e Urbem. O prefeito de Grajaú (MA), Mereceu Arruda, foi um deles, antes, porém, elogiou o trabalho desenvolvido pela Confederação. “Estou surpreso com o crescimento que a CNM conquistou nos últimos quatro anos”, declarou.


Notícias relacionadas