Home / Comunicação / Preço de medicamentos poderão ter reajuste anual de até 4,76%

Notícias

31/03/2017

Compartilhe está notícia:

Preço de medicamentos poderão ter reajuste anual de até 4,76%

Os preços dos medicamentos poderão ter reajuste anual de até 4,76%. O aumento – autorizado pelo governo federal – está publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 31 de março, em resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

De acordo com a publicação, o reajuste varia de acordo com o tipo de medicamento, com índices de 1,36%, 3,06% e o teto de 4,76%. O reajuste médio ponderado é de 2,63%. O reajuste autorizado deve ser aplicado sobre o Preço do Fabricante PF (PF), que consta na lista do CMED, hospedada no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em 2016, o reajuste dos medicamentos foi de até 12,50% e compensou as perdas com a inflação, como queria o setor. Em 2015, o reajuste máximo autorizado foi de 7,7% e, em 2014, o teto para o reajuste foi de 5,68%.

O reajuste atualiza a tabela de Preços Máximos ao Consumidor (PMC) e não gera aumentos automáticos nem imediatos nas farmácias e drogarias.

Confira a lista aqui.

Acesse a publicação do DOU aqui

Agência CNM, com informações do Extra e da Agência Estado


Notícias relacionadas