Home / Comunicação / Prefeita goiana traz sua equipe até CNM para receber apoio técnico

Notícias

13/11/2017

Compartilhe esta notícia:

Prefeita goiana traz sua equipe até CNM para receber apoio técnico

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) recebeu nesta segunda-feira, 13 de novembro, a visita de um conjunto de gestores municipais de Cachoeira Dourada (GO). Liderados pela prefeita da cidade, Natália Camardelli, eles vieram em busca de conhecimento em uma das áreas-chave da administração local, a Educação.

Esta não é a primeira vez que a gestora comparece à sede da entidade. Ela já havia conhecido o espaço durante a inauguração em 2016 e, em um outro momento, esteve na CNM para conversar com as áreas técnicas. Desta vez, o foco era tirar algumas dúvidas referentes ao sistema utilizado pelo governo para transferências.

Segundo Camardelli, essa aproximação de sua equipe com a entidade é fundamental para aprimorar a gestão. Durante a visita, a prefeita também recebeu informações sobre o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), que visa efetivar a participação feminina na política, e comentou algumas das peculiaridades de seu Município.

Realidade particular

Com aproximadamente oito mil habitantes, Cachoeira Dourada é dono de um tesouro raro: possui em seus mananciais água quente e salgada. A prefeita conta que, na América Latina, somente mais uma cidade argentina possui essa característica.

“A gente nota que pouquíssimas pessoas sabem dessa riqueza que nós temos aqui no Brasil. É uma água de 37º a 40ºC, rica em vários elementos; são pelo menos 18. Um deles é um zinco, que permite que a água seja bebida, porque ela é mineral. A água é gasosa e, por ter esse material, tranquila, acalma”, revela Camardelli.

Próximos passos

Diante desse cenário, a gestora conta que já deu início a um trabalho de divulgação da cidade para aproveitar seu potencial turístico. Ela sinalizou ainda que deverá trazer o representante de sua equipe para a área em nova visita à Confederação. “A riqueza da minha cidade fica no subsolo”, reforçou.

A prefeita foi convidada para a mobilização nacional em Brasília, com data marcada para o dia 22 de novembro, e disse que tentará comparecer. O encontro faz parte da campanha Não deixem os Municípios afundarem, que chama atenção aos caos financeiro instalado nas prefeituras de todo o país. Entre outras reivindicações, o movimento busca conseguir um Apoio Financeiro aos Municípios (AFM).  

 


Notícias relacionadas