Home / Comunicação / Prefeitos prestigiam o 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial, na CNM

Notícias

11/04/2017

Compartilhe esta notícia:

Prefeitos prestigiam o 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial, na CNM

Como forma de fomentar o setor turístico nacional e subsidiar os centros históricos, que desempenham destaque na dinamização econômica e social, a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e entidades parceiras promovem nesta terça-feira e amanhã, dias 11 e 12 de abril, na sede da Confederação em Brasília (DF), a terceira edição do Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial.

O início das atividades se deu com um coffee break, seguido da abertura da exposição “Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro”. Os participantes puderam observar painéis fotográficos acompanhados de textos explicativos alguns dos espaços religiosos, de espetáculos, públicos e arqueológicos que representam o turismo no Brasil.

Foram retratados locais como o Paço do Frevo, em Recife (PE), a Cinemateca Brasileira, em São Paulo (SP), o Theatro José de Alencar, em Fortaleza (CE) e a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, em Salvador (BA).

Prefeitos e vice-prefeitos
Dentre as autoridades políticas presentes neste primeiro dia de evento, estavam prefeitos e vice-prefeitos de todo o País. Em entrevistas à Agência CNM, os gestores avaliaram a importância da Confederação em abrir as portas da entidade e, juntamente com entidades parceiras, promover a terceira edição de um evento tão representativo para o turismo nacional.

11042017 Pref Fernando Lira Maragogi ALPara o terceiro vice-presidente da CNM e prefeito de Maragogi (AL), Fernando Lira, o evento é extremamente relevante. “Nós temos mais de 320 inscritos para esta edição, na sua maioria prefeitos e secretários municipais. E um dos objetivos é que com o fomento da atividade turística, baseada na valorização dessas cidades históricas, faça crescer a geração de emprego e renda nessas localidades”.   

11042017 Pref Irlahi Moraes Rosario MAA prefeita de Rosário (MA), Irlahi Moraes, também vê com bons olhos a organização do evento. “É de suma importância que a Confederação faça esse tipo de parceria com os demais órgãos aqui presentes, pois, afinal de contas, os Municípios que estão à margem do esquecimento, e eventos como este dão a devida importância a estas cidades. Rosário, por exemplo, é a quarta maior cidade do estado e este ano completará 400 anos. Nós temos orgulho de pertencer à uma entidade que muito luta pelos Municípios”.

11042017 Pref Selma Pires Goias GOA prefeita de Goiás (GO), Selma Pires, avalia que todas as cidades que participam do evento devem trabalhar em rede para que levem o desenvolvimento econômico e social aos Municípios. “As cidades históricas normalmente têm um grande potencial para o turismo, então, estamos todos aqui buscando parcerias e apoio para juntos fomentarmos o turismo em nossas cidades. Goiás é uma cidade com 290 anos, com arquitetura riquíssima e com grande potencial neste setor”.

11042017 VicePref Renildo Bradao Mangaratiba RJO vice-prefeito de Mangaratiba (RJ), Renildo Brandão, acha muito importante a promoção do encontro, como troca de experiência. “Todo mundo gosta de viajar, de passear. Então, é importante que as cidades troquem aqui suas ideias, relatem seus fracassos, até para que outros gestores tenham ideia do que podem implementar em seus Municípios baseados em outros modelos de gestão. Além disso, a atividade turística, quando bem trabalhada, é grande geradora de emprego”.

11042017 VicePref Ivonei Chimento Santa Tereza RSTambém vice-prefeito, mas em Santa Teresa (RS), Ivonei Chimento comenta que a cidade foi tombada patrimônio histórico em 2010. Ele pretende se aproveitar disso para fazer a atividade turística crescer por lá. “Quero fazer com que o centro histórico do meu Município se transforme em um ponto turístico forte e com isso desenvolver essa questão na cidade. E um evento como este promovido pela CNM nos dá diretrizes sobre como partir para a implementação dessas ideias”.

11042017 VicePref Joacir Gonsalves Lapa PRJoacir Gonsalves, vice-prefeito de Lapa (PR), comenta sobre as características de seu Município e o fato da CNM abrir a casa do municipalismo brasileiro para receber todos os gestores a fim de debater os rumos do turismo nas cidades históricas. “Lapa é uma cidade que preserva um patrimônio físico quase que totalmente íntegro, uma vez que 90% das casas e casarões são originais. E para nós da prefeitura é importante essa abertura da Confederação, para adquirirmos novos conhecimentos, novos formatos de parceria e nos inteirarmos das situações pelas quais passam os Municípios”.11042017 Pref Kiko Sampaio Pacoti CE

Este pensamento é compartilhado pelo prefeito de Pacoti (CE), Kiko Sampaio, que também está no encontro na condição de presidente da Associação dos Municípios do Maciço de Baturité (Amab). “Considero de suma importância esse evento pelo fato de nossas questões turísticas-patrimoniais serem parte da história do povo brasileiro. Esse momento de troca de ideias, de aprendizado e de valorização do nosso patrimônio turístico é fundamental. Temos que unir forças, a CNM está de parabéns por essa atitude”.

Clique aqui e saiba mais sobre o 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial.


Notícias relacionadas