Home / Comunicação / Presidente da AAM reforça no Diálogo conquistas do movimento municipalista

Notícias

12/09/2017

Compartilhe esta notícia:

Presidente da AAM reforça no Diálogo conquistas do movimento municipalista

Prefeitos, vice-prefeitos e vereadores estão presentes na abertura do Diálogo Municipalista em Manaus (AM). Além do Amazonas, o evento conta com a participação de outros estados como Rondônia e Pará. Durante a cerimônia de abertura, o presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM), João Campelo, agradeceu o engajamento dos gestores da Região Norte.

O evento tem início nesta terça-feira, 12 de setembro, e tem como proposta levar esclarecimentos para uma boa administração, bem como a pauta prioritária. Os temas mais urgentes do movimento municipalista foram recapitulados por Campelo, que aproveitou sua fala para enaltecer o trabalho da CNM.

“Nós sabemos da importância da Confederação para os Municípios brasileiros. E as provas são as conquistas municipalistas que nós já tivemos, como o 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). E, inclusive, o encontro de contas, que estamos aguardando apenas o presidente sancionar”, disse.

Campelo lembrou da luta da Confederação, com o apoio da AAM, para mobilizar as autoridades pelo encontro de contas. “Essa é uma questão muito importante, pois os Municípios também têm créditos a receber junto ao governo federal. E nós queremos que esse valor seja descontado de suas dívidas, de suas parcelas”.

O presidente da AMM lembrou ainda de outro tema, parte da pauta prioritária da Confederação, o Imposto sobre Serviços (ISS). Ele contou que o Amazonas estava deixando de receber R$ 62 milhões por ano, devido à concentração do ISS nas mãos dos Municípios onde estava instalada a sede da operadora de cartão de crédito.

“Agora, graças ao trabalho da CNM, esse montante passa a ser partilhado com todas as cidades brasileiras. E as cidades Amazonenses poderão ter acesso a esses recursos”, falou orgulhoso.  

12092017 dialogo AM 4Ao final de sua apresentação, destacou que além de debater temas específicos, espera que o Diálogo Municipalista possa chamar a atenção das autoridades para as especificidades locais.

Visão municipalista

Esse aspecto foi lembrado pelo tesoureiro da Confederação, Hugo Lembeck no decorrer de sua fala. O porta-voz da entidade reforçou o papel do evento, enquanto espaço de discussão pauta política, mas especialmente de fortalecimento do movimento municipalista nacional.

“Nós viemos trazer informações, mas não somos donos da verdade. Queremos dialogar, ouvir vocês. A CNM tem feito isso em todo o Brasil. Os Municípios pequenos muitas vezes não são ouvidos, mas quando a gente junta todos eles a ressonância é muito maior”, afirmou.

Lembeck também apresentou rapidamente a trajetória da entidade, alguns de seus momentos mais marcantes e convidou os prefeitos amazonenses a visitarem a nova sede em Brasília. Em seguida, concedeu a palavra a consultora jurídica, Elena Garrido, quem toma a frente do primeiro painel temático sobre iniciativas e boas práticas para uma gestão de qualidade. 

Leia também: Diálogo do Amazonas recebe gestores de outros dois Estados


Notícias relacionadas