Institucional / Conheça a CNM / Quem Somos

Quem Somos

Institucional / Conheça a CNM / Atuação

Atuação

Institucional / Conheça a CNM / Histórico

Histórico

Institucional / Conheça a CNM / Presidente

Presidente

Institucional / Conheça a CNM / Diretoria

Diretoria

Institucional / Conheça a CNM / Carteira Nacional de Identificação

Carteira Nacional de Identificação

Quem Somos

A maior entidade municipalista da América Latina.

img quem somos

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) é uma organização independente, apartidária e sem fins lucrativos, fundada em 8 de fevereiro de 1980.

O objetivo maior da CNM é consolidar o movimento municipalista, fortalecer a autonomia dos Municípios e transformar nossa entidade em referência mundial na representação municipal, a partir de iniciativas políticas e técnicas que visem à excelência na gestão e à qualidade de vida da população.

Atuação

A CNM trabalha para a excelência na gestão municipal e melhoria da qualidade de vida da população brasileira

img atuacao

A atuação da Confederação Nacional de Municípios é voltada à representação político-institucional dos municípios junto ao Governo Federal e ao Congresso Nacional e ao fortalecimento da gestão municipal.

Na esfera da representação política-institucional, a CNM participa de diversos conselhos, comitês e órgãos de discussão e acompanhamento de políticas públicas junto ao Governo Federal. No Congresso Nacional, a CNM acompanha sistematicamente a pauta de votações, intervindo no processo legislativo daquelas matérias que causam impacto aos Municípios e fazendo articulação política junto aos parlamentares por meio da participação em audiências públicas, reuniões e mobilizações.

As ações voltadas ao fortalecimento da gestão municipal são feitas a partir da produção de pesquisas e estudos técnicos nas diversas áreas de atuação dos Municípios, orientação técnica e jurídica e no desenvolvimento de ferramentas tecnológicas voltadas à modernização da gestão e à inclusão digital dos Municípios.

A CNM também possui atuação no cenário internacional. Neste aspecto, ela representa os municípios brasileiros em diversos organismos e associações internacionais, tais como a Federación Latinoamericana de Ciudades, Municipios y Asociaciones de Gobiernos Locales (Flacma) e a Organização Mundial de Cidades e Governos Locais Un
idos (CGLU).

Histórico

Desde 1980 na luta pela autonomia municipal

img historico

A Confederação Nacional de Municípios – CNM, é Entidade Civil, sem fins lucrativos e de utilidade pública, fundada em 8 de fevereiro de 1980, com sede em Brasília no SCRS 505, Bloco C Lote 01 - 3º andar - Asa Sul CEP 70350-530 - CNPJ n.º 00703157/0001-83. Possui uma história de 30 anos de serviços prestados ao municipalismo. Tem sua diretoria eleita e empossada nos termos estatutários, integrada por prefeitos e ex-prefeitos vinculados às entidades estaduais de municípios.

A gestão dá-se de forma colegiada, incluindo cargos de presidente, vice-presidentes, secretários, tesoureiros, conselheiros fiscais e representantes regionais. A CNM foi criada por desejo das associações e federações estaduais de municípios que desejavam a consolidação de uma entidade nacional forte que representasse todos os municípios brasileiros.

A CNM, visando a solução dos problemas comuns aos municípios brasileiros tem por fim associar e integrar as federações e/ou associações estaduais, representando, judicial e extra judicialmente os municípios brasileiros e suas entidades representativas em nível estadual, pugnando pela valorização do municipalismo, através de ações tendentes a:

  • Formular diretrizes no movimento municipalista nacional, tendo por meta a descentralização político-administrativa da União e dos estados, em favor dos municípios;

  • Buscar e proporcionar assessoria política, técnica e administrativa para encaminhamento de soluções às demandas dos municípios;
  • Ser a instância de representação formal das federações e associações estaduais que no seu conjunto formam a CNM, pugnando por seu fortalecimento como entidade máster do municipalismo brasileiro;

  • Representar seus membros junto a órgãos públicos e privados nas reivindicações socioeconômicas;

     

  • Acompanhar a ação dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, intervindo conforme os interesses dos municípios;

  • Conveniar com instituições públicas e privadas no sentido de viabilizar estudos técnicos e elaboração de projetos comuns nas áreas de educação, saúde, habitação, agricultura, fazenda, assistência social e outras, que deverão ser encaminhados aos órgãos competentes;

  • Promover o intercâmbio entre entidades de outros países com o objetivo do aperfeiçoamento das idéias do municipalismo e da cidadania;

  • Promover o intercâmbio e a troca de experiência entre as federações e/ou associações estaduais;

  • Promover estudos, sugestões e adoção de normas sobre a legislação tributária e outras leis básicas municipais que visem a uniformização e a eficiência de arrecadação nos municípios;

  • Conjugar esforços para solução de problemas socio-econômicos comuns às federações, associações estaduais e associações microrregionais;

  • Promover nos estados da federação, congressos, encontros, cursos, conferências e outros eventos para estudo e análise de problemas e teses de interesse dos municípios brasileiros;

  • Buscar a consolidação e o funcionamento das associações microrregionais de municípios, entidades associativas de primeira ordem, bem como de federações, entidades de segunda ordem, no âmbito de cada estado;

  • Promover, anualmente, a realização do Congresso Nacional de Municípios, com o objetivo de dar andamento às propostas de interesse dos municípios brasileiros.

Presidente

Paulo Ziulkoski

img presidente
Paulo Ziulkoski, advogado e presidente da CNM, iniciou a vida pública presidindo o setor jovem estadual gaúcho do antigo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), ainda nos tempos do regime militar. Não levou mais que alguns meses para assumir a Presidência Nacional do setor jovem, na qual desenvolveu desde cedo uma liderança política voltada para o movimento municipalista.

Foi eleito prefeito de Mariana Pimentel (RS), sua terra natal e distrito emancipado de Guaíba, em 1993 e reeleito em 2000. Sua administração contou com 90% de aprovação pela população.

Sua vida política estende-se também em níveis de atuação: regional - presidente da AMZCS – Associação dos Municípios da Zona Centro Sul (1996-1997,2002-2003); estadual - Presidente da FAMURS – Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (1996-1997, 2002- 2003); e internacional - vice-presidente da FLACMA - Federação Latino-americana de Cidades, Municípios e Associações de Governos Locais (2007); membro Fundador do Fórum de Governança Local de Índia, Brasil e África do Sul (FGL-IBAS); e membro do UNACLA - único comitê sugestivo de autoridades locais para as Nações Unidas.

À frente da CNM, Ziulkoski se destaca pela busca incessante de melhorias para os Municípios e para os cidadãos brasileiros, defendendo-os junto ao Congresso Nacional e demais instâncias de governos.

Diretoria

Conselho Diretor

Paulo Ziulkoski

Presidente

Mariana Pimentel/RS

Glademir Aroldi

1º Vice-Presidente

Saldanha Marinho/RS

Marcel Micheletto

2º Vice-Presidente

Assis Chateaubriand/PR

Fernando Lira Neto

3º Vice-Presidente

Maragogi/AL

Hudson de Brito

4º Vice-Presidente

Santana do Seridó/RN

Eduardo Tabosa

1º Secretário

Cumaru/PE

Marcelo Siqueira

2º Secretário

Jequiá da Praia/AL

Hugo Lembeck

1º Tesoureiro

Taió/SC

Valdecir Colle

2º Tesoureiro

Juscimeira/MT

Conselho Fiscal

Dalton Perim

Titular

Venda Nova do Imigrante/ES

Expedito José

Titular

Piquet Carneiro/CE

Cleudes Costa

Suplente

Bom Jardim de Goiás/GO

Mário Costa

Titular

Machadinho D’Oeste/RO

Vago

Suplente

-

Djalma Rios

Suplente

Chapada da Natividade/TO

Conselho de Representantes Regionais

Vago

Região Norte / Suplente

-

Valbetânio Milhomem

Região Norte / Titular

Bannach/PA

Gilliano Cutrim

Região Nordeste / Suplente

S. José de Ribamar/MA

Maria Quitéria

Região Nordeste / Titular

Cardeal da Silva/BA

Vago

Região Centro Oeste / Suplente

-

Divino da Silva

Região Centro Oeste / Titular

Panamá/GO

Vago

Região Sudeste / Suplente

-

Elder Oliva

Região Sudeste / Titular

Ipuiúna/MG

Vago

Região Sul / Suplente

-

Seger Menegaz

Região Sul / Titular

Tapejara/RS

Conselho Político

Marilete Siqueira

Presidente da AMAC/AC

Associação dos Municípios do Acre

Hugo Caju

Presidente da AMA/AL

Associação dos Municípios Alagoanos

João Campelo

Presidente da AAM/AM

Associação Amazonense de Municípios

José Lobato

Presidente da AMEAP/AP

Associação dos Municípios do Estado do Amapá

Eures Pereira

Presidente da UPB/BA

União dos Municípios da Bahia

Gadyel Paula

Presidente da APRECE/CE

Associação dos Municípios do Estado do Ceará

Guerino Zanon

Presidente da AMUNES/ES

Associação de Municípios do Estado do Espiríto Santo

Paulo Rezende

Associação Goiana de Municípios

Presidente da AGM/GO

Haroldo Soares

Presidente da FGM/GO

Federação Goiana de Municipios

Cleomar Cunha

Federação dos Municípios do Estado do Maranhão

Presidente da FAMEM/MA

Antônio Andrada

Presidente da AMM/MG

Associação Mineira de Municípios

Pedro Caravina

Presidente da ASSOMASUL/MS

Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul

Neurilan Fraga

Presidente da AMM/MT

Associação Matogrossense dos Municípios

José Leão

Presidente da FAMEP/PA

Federaçãodas Associações dos Municípios do Estado do Pará

José Vasconcelos

Presidente da FAMUP/PB

Federação das Associações de Municípios da Paraíba

José Patriota

Presidente da AMUPE/PE

Associação Municipalista de Pernambuco

Gil Alves

Presidente da APPM/PI

Associação Piauiense de Municípios

Ricardo Ortina

Presidente da AMP/PR

Associação dos Municípios do Paraná

Anderson Zanon

Presidente da AEMERJ/RJ

Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro

Luiz Leocádio

Presidente da FEMURN/RN

Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte

Jurandir de Oliveira

Presidente da AROM/RO

Associação Rondoniense de Municípios

James Batista

Presidente da AMR/RR

Associação dos Municípios de Roraima

Luciano Silva

Presidente da FAMURS/RS

Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul

Valnei Cover

Presidente da AGM/RS

Associação Gaucha de Municipios

Adelina Dal Pont

Presidente da FECAM/SC

Federação Catarinense de Municípios

Marcos Barreto

Presidente da FAMES/SE

Federação dos Municipios do Estado do Sergipe

Carlos Alberto

Presidente da APM/SP

Associação Paulista de Municípios

Jairo Mariano

Presidente da ATM/TO

Associação Tocantinense de Municípios

Carteira Nacional de Identificação

A Carteira Nacional de Prefeito(a), Vice-Prefeito(a) e Vereador(a), expedida gratuitamente pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), objetiva facilitar a identificação dos gestores locais quando no exercício de suas funções constitucionais e legais de representação do Município.

No momento da disponibilização da Carteira Nacional de Identificação, a CNM exige do gestor municipal a assinatura de Termo de Responsabilidade que orienta e regula a utilização do documento.

Para solicitar sua Carteira Nacional de Identificação, selecione o modelo ao lado e preencha o formulário. Para mais informações, contate nossa equipe de relacionamento pelo telefone (61) 2101.6655 ou por e-mail: atendimento@cnm.org.br.