/ Notícias / Prefeitos apresentam dificuldades a ministro da Saúde em encontro de gestores em Sergipe

Notícias - Entidades Estaduais

Prefeitos apresentam dificuldades a ministro da Saúde em encontro de gestores em Sergipe

Segunda, 09 de janeiro de 2017.

09012017_Encontro_da_Fames_ministro_da_SadeOs problemas vivenciados pelos prefeitos sergipanos foram apresentados ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante encontro de gestores públicos do Estado, em Aracaju, promovido pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames). O presidente da entidade municipalista, Marco Barreto, reforçou a necessidade de melhorar a eficiência nas gestões dos Municípios por meio de parcerias mais próximas com o governo federal que possam garantir recursos no atendimento à a demanda da população.

Barreto reiterou que a qualidade do atendimento na Saúde está entre as principais reivindicações da população municipal. Por isso, lembrou que os Municípios são os responsáveis pelo atendimento inicial de qualquer demanda nessa área. Nesse sentido, o presidente da Fames ressaltou a complexidade desse tipo de atribuição para as cidades.

“Cabe aos Municípios a responsabilidade do primeiro atendimento à população. São nos postos de Saúde, nos povoados, nas unidades básicas, nas Upas ou mesmo nos hospitais municipais  que as pessoas são atendidas. E a rede pública do Município é complexa e precisa estar preparada para receber tamanha demanda. Por isso, os gestores devem ficar atentos e também buscar parcerias como a do Ministério da Saúde que gerencia os recursos”, destacou.

Em seu discurso, o ministro da Saúde disse que o governo federal tem como objetivo estreitar os laços com as administrações municipais. “A Saúde é uma ação descentralizada feita pelos Municípios, Estados, entidades filantrópicas e prestadores. Os Municípios são fundamentais na execução da política de Saúde. Aprendi muito hoje, ouvi muito as pessoas e pude dar nossa opinião sobre as questões que preocupam os prefeitos”, pontuou o ministro.

Avaliação dos gestores
Após a palestra, os gestores aproveitaram a oportunidade para levantar questões e esclarecer dúvidas. A prefeita do Município de Capela, Silvany Sukita, abordou sobre a relevância das parcerias das cidades com os órgãos federais. “O Ministério da Saúde é o principal financiador da saúde publica de nosso Município. Então, a parceria é muito importante para fortalecer e melhorar a qualidade dos serviços. É de suma importância, neste primeiro momento em que os novos gestores estão começando a administração pública ter essa aproximação e saber quais os planejamentos e ações que o Ministério pretende desenvolver nos Municípios sergipanos”, afirmou.

Ricardo Barros assinou duas portarias: a primeira habilita Aracaju a receber incentivo financeiro para custeio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a segunda estabelece recursos para média e alta complexidade para Estado. Nesse último, o ministro autorizou investimentos de R$ 6,3 milhões para a Saúde.

Agência CNM, com informações da Fames

Notícias Relacionadas