/ Notícias / Três Estados recebem recursos para ações de resposta à Situação de Emergência

Notícias - Entidades Estaduais / Defesa Civil

Três Estados recebem recursos para ações de resposta à Situação de Emergência

Quinta, 16 de fevereiro de 2017.

110315_estiagem-seca-pequenaMais de R$ 2,2 milhões foram liberados para ações de resposta à Situação de Emergência em Municípios do Acre, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. As portarias que autorizam a transferência de recursos foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 15 de fevereiro. O prazo para execução das ações emergenciais é de 180 dias.

O repasse destinado ao Estado do Mato Grosso, no valor de R$ 1,3 milhão, permitirá a contratação de 45 carros-pipa para atender a população nos municípios Tangará da Serra e Vila Rica, afetados por um período extenso de seca e estiagem. Aproximadamente 118 mil pessoas serão beneficiadas.

Outros R$ 889,7 mil foram liberados para o Município Cruzeiro do Sul, no Acre, e serão aplicados em ações de socorro e assistência às famílias desabrigadas após a ocorrência de chuvas intensas em janeiro deste ano. Já a cidade de Jaguari, no Rio Grande do Sul, investirá cerca de R$ 20 mil na recuperação de bueiros e de uma estrada no bairro Santo Antônio.

Além dos recursos financeiros, o Município de Cruzeiro do Sul (AC), de acordo com o Ministério da Integração Nacional contará com o atendimento da população atingida com kits de ajuda humanitária incluindo galões de água, cestas de alimentos, colchões, roupas de cama, kits de higiene pessoal, de assistência infantil e de limpeza.

Auxílio federal
A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lembra que para obter apoio financeiro da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração, as Prefeituras devem solicitar o reconhecimento federal de situação de emergência. Também é necessário apresentar um Plano de Trabalho e um relatório com diagnóstico dos danos, no prazo de até 90 dias após a ocorrência do desastre.

Os pedidos são feitos por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), disponível no site. Equipes técnicas da Sedec analisam os processos e, assim, o ministério define o valor a ser disponibilizado.

Agência CNM, com informações do Ministério da Integração Nacional

Notícias Relacionadas