Home / Boas Práticas / Jaboatão dos Guararapes (PE) reforça importância de conhecer e preservar os patrimônios do Município

Boas Práticas

23/08/2018

Compartilhe esta notícia:

Jaboatão dos Guararapes (PE) reforça importância de conhecer e preservar os patrimônios do Município

Promover uma política pública de Educação Patrimonial. Esse foi o principal objetivo do Município de Jaboatão dos Guararapes (PE) ao lançar o Programa de Educação Patrimonial denominado Jaboatão minha cidade – Aproprie-se desse Patrimônio. A iniciativa conta com o apoio d a Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer.

Nessa semana, em razão do Dia Nacional do Patrimônio Histórico, na próxima sexta-feira, 17 de agosto, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem divulgado boas práticas municipais que trabalham com a educação patrimonial, promovendo o patrimônio histórico e cultural local. E o exemplo de Jaboatão dos Guararapes é o terceiro a ser destacado.

A iniciativa pernambucana é desenvolvida ao longo do ano letivo. O inventário turístico da cidade é trabalhado de maneira transversal dentro da rede municipal de ensino, incluindo aulas práticas e atividades externas que privilegiam o patrimônio cultural.

Segundo o secretário municipal de Turismo, Cultura, Lazer e Esporte, André Trajano, Jaboatão dos Guararapes é o berço da pátria brasileira. “A Batalha dos Guararapes é um marco de onde tudo começou. A gente tem que zelar por isso e fazer com que as pessoas, sejam elas moradores, trabalhadores ou visitantes de Jaboatão dos Guararapes, passem a ter conhecimento e entenderem que também pertencem a essa história”, defende.

Tanto a gestão municipal quanto a comunidade escolar puderam mergulhar nas riquezas naturais e culturais do Município. “Esse projeto tem como fio-condutor levar a parte pedagógica da sala de aula para a prática, onde os alunos da rede municipal têm a oportunidade de ter a vivência da geografia, do patrimônio cultural e turístico da nossa cidade. E o nosso prefeito Anderson Ferreira incentivou o elo entre as secretarias para que o aproveitamento dos alunos fosse maior dentro do projeto”, revela Trajano.

Para o secretário, o projeto Aproprie-se desse Patrimônio faz com que todos os envolvidos compartilhem as descobertas com familiares, amigos e a comunidade local. “Conhecer os pontos históricos e turísticos faz com que a comunidade escolar aumente o sentimento de pertencimento à história local, protegendo e divulgando o nosso patrimônio cultural. A cada planejamento, aula ou trabalho realizado, a rica história de Jaboatão dos Guararapes, do Estado de Pernambuco e do próprio Brasil se fortalece”, acredita.

Além de órgãos municipais, o projeto é apoiado pela Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Pernambuco, do Conselho Municipal de Cultura e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). O Aproprie-se desse Patrimônio segue até o fim do ano letivo em dezembro.

Santuário
A Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres [foto] nos Montes Guararapes é um dos mais importantes patrimônios do município de Jaboatão dos Guararapes. Situada no Parque Histórico Nacional dos Guararapes, no topo do Morro da Ferradura, pode ser vista de praticamente todo o distrito de Prazeres, sendo por isso, nos tempos coloniais, ponto de referência para os navegantes.

A Igreja foi construída após a expulsão dos holandeses do Nordeste do Brasil, em comemoração às duas vitórias alcançadas nas Batalhas dos Guararapes ocorridas em 19 de abril de 1648 e em 19 de fevereiro de 1649. Foi o Mestre de Campo General Francisco Barreto de Menezes quem mandou erguer a igreja em cumprimento a uma promessa em caso de vitória contra os flamengos no ano de 1656.

Por: Luiz Philipe Leite
Foto: Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes (PE)
Da Agência CNM de Notícias

Saiba Mais
Em Rio Branco (AC), escola municipal implanta projeto pioneiro de Educação Patrimonial