Home / Dicionário Ambiental / Água de lastro

Dicionário Ambiental

Compartilhe este termo:

Categoria: Termos

Água de lastro

Definição Oficial

Água colocada em tanques de uma embarcação com o objetivo de alterar o seu calado, mudar suas condições de flutuação, manter a sua estabilidade e melhorar sua manobrabilidade.
Vide art. 4º, inc. I, Resolução Anvisa 72/2009.

 

Orientação da CNM

Água usada para fazer contrapeso em navios e mantê-los firmes, à medida que são retiradas suas cargas. Durante a operação de lastreamento do navio, junto com a água também são capturados pequenos organismos que podem acabar sendo transportados e introduzidos em um outro porto previsto na rota de navegação.
Teoricamente, qualquer organismo pequeno o suficiente para passar através do sistema de água de lastro pode ser transferido entre diferentes áreas portuárias no mundo. Isso inclui bactérias e outros micróbios, vírus, pequenos invertebrados, algas, plantas, cistos, esporos, além de ovos e larvas de vários animais. Em razão da grande intensidade e abrangência do tráfego marítimo internacional, a água de lastro é considerada como um dos principais vetores responsáveis pela movimentação transoceânica e interoceânica de organismos costeiros.
As principais consequências negativas da introdução de espécies exóticas e nocivas incluem: desequilíbrio ecológico das áreas invadidas, com a possível perda de biodiversidade; prejuízos em atividades econômicas utilizadoras de recursos naturais afetados e consequente desestabilização social de comunidades tradicionais; e disseminação de enfermidades em populações costeiras, causadas pela introdução de organismos patogênicos.

 

Saiba Mais