Home / Comunicação / Abaetetuba e Parnamirim incentivam a leitura e contribuem com a formação de estudantes

Notícias

07/11/2018

Compartilhe esta notícia:

Abaetetuba e Parnamirim incentivam a leitura e contribuem com a formação de estudantes

ParnamirimNessa semana, em razão do Dia Nacional da Cultura, comemorado na segunda-feira, 5 de novembro, a Área Técnica de Cultura da Confederação Nacional de Municípios (CNM) vem divulgando boas práticas de gestões municipais. São iniciativas inspiradoras, que demonstram aos demais Municípios diversas possibilidades de atuação no setor cultural.

Hoje é a vez de dois Municípios, um do Norte e outro do Nordeste, que têm algo em comum: o fomento à leitura. O tema não poderia ficar de fora, já que no dia 5 de novembro também se comemora o Dia Nacional da Língua Portuguesa.

A primeira boa prática, de Abaetetuba, no Pará, é o projeto “Desabrochar”. Realizada desde 2015 pela Biblioteca Pública Municipal Profª Miguelina Bitencourt de Araújo – administrada pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte -, a iniciativa busca incentivar o hábito da leitura em crianças com dificuldades de aprendizado que se encontram nos anos escolares iniciais.

abaetetuba Estímulo
Finalista do Prêmio IPL – Retratos da Leitura 2017, o projeto surgiu diante das dificuldades apresentadas, principalmente por alunos oriundos da rede pública de ensino, no que se refere à apropriação inicial da nossa língua materna, escrita e lida. Para transformar esse cenário, criou-se o “Desabrochar”, que tem como um dos seus objetivos formar cidadãos capazes de ler e de escrever corretamente não só as palavras, mas, principalmente, a realidade na qual estão inseridos.

Por meio de atividades como, por exemplo, gincanas e oficinas de produção de jogos e brinquedos e de dramatização e musicalidade, o projeto conseguiu amenizar o déficit no processo de leitura e escrita de estudantes. Contribuindo, complementarmente, com o trabalho da rede pública municipal de ensino.

Mediadores
No Município de Parnamirim, Rio Grande do Norte, foi instituída Política Municipal de Promoção da Leitura Literária nas Escolas Públicas por meio da Lei 1.563/2011, que estabelece que o poder público municipal deve assegurar a formação dos leitores em todas as escolas de educação infantil e ensino fundamental do Município.

Relacionada a essa legislação, o projeto “Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura – Rio de Leitura” é a segunda boa prática de hoje. Executada desde 2010, a iniciativa, junto a todas as escolas públicas municipais de ensino fundamental, fomenta o trabalho de mediadores de leitura que atuam de forma articulada em 45 bibliotecas escolares e na Biblioteca Pública Municipal Professor Rômulo Wanderley.

O projeto, realizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Parnamirim, promove a formação de leitores e desenvolve o gosto pela literatura por meio de ações continuadas como saraus, atos literários, intercâmbio com escritores e editores, feiras literárias e outras atividades que envolvem a comunidade escolar.

ParnamirimDepoimento
“Há anos participo do projeto, do qual tenho muito orgulho. Em cada encontro há sempre aprendizado, um livro novo, uma referência literária, uma partilha de experiência. Através do projeto já tive a oportunidade de participar de vários eventos: seminários, saraus, lançamentos de livros, feiras literárias, fóruns, conhecer escritores renomados como Roseanna Murray, Celso Sisto, Roger Melo, entre outros grandes nomes da literatura nacional e internacional. Me considero uma mediadora que se completa a cada formação, compartilhando objetivos e ações de leitura literária. Fico feliz com os resultados quando vejo situações reais de aprendizagem expressa em nossos alunos", afirma Francilene Nunes, mediadora de leitura na Escola Municipal Profª. Íris de Almeida.

A Área Técnica de Cultura da CNM destaca os dois projetos que trabalham com a transversalidade da Cultura, impactando, positivamente, outro setor de política pública do Município: o da educação. Além disso, iniciativas de fomento à leitura são significativas para uma maior familiaridade e domínio da nossa língua falada e escrita, o que nos dá maior subsídio para nossa reflexão e expressão, bem como maior autonomia para nossa vida.

Para saber mais sobre o projeto Desabrochar assista ao vídeo aqui e a respeito do projeto Rio de Leitura acesse o site aqui.

aRTEAs iniciativas também contribuíram para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4, 8, 10, 16 e 17.

E o seu Município, tem alguma boa prática de gestão cultural? Compartilhe conosco aqui!

Para saber como a CNM pode ajudar a sua gestão cultural, acompanhe o trabalho da entidade através do site www.cultura.cnm.org.br ou entre em contato por meio do e-mail cultura@cnm.org.br e do telefone (61) 2101-6053.

Foto: Prefeituras/Divulgação
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas