Home / Comunicação / Ações de inovação em educação e comunicação pública são apresentadas em Bate-Papo com a CNM

Notícias

29/03/2022

Compartilhe esta notícia:

Ações de inovação em educação e comunicação pública são apresentadas em Bate-Papo com a CNM

25032022 BATE PAPO CNM EDUCACAOCom o objetivo de apresentar ações inovadoras de educação e comunicação públicas para Municípios Inteligentes, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) promoveu o Bate-Papo com a CNM na última sexta-feira, 25 de março. O debate segue os Objetivos Estratégicos (OE) da Carta Brasileira para Cidades Inteligentes (CICB) e tem por objetivo ambientar os gestores municipais sobre as recomendações estabelecidas, além de apresentar iniciativas que implementam algum aspecto que atenda a uma, ou a várias, dessas recomendações.

Com foco no Objetivo Estratégico 7, que visa fomentar um movimento massivo de inovador de educação e comunicação públicas para maior engajamento da sociedade no processo de transformação digital e de desenvolvimento urbano sustentáveis.

Entre as ações apresentadas no Bate-Papo com a CNM está o Projeto TraDUS. Segundo a coordenadora técnica do projeto, Lauren Cavalheiro da Costa, o projeto traz ações de educação urbana com o objetivo de disseminar, trazer conteúdos e conversar sobre diferentes públicos. “Nós estruturamos em alguns eixos. O primeiro é o de campanha, onde vamos produzir conteúdos em diferentes formatos falando sobre diferentes temas sobre desenvolvimento sustentável. No segundo eixo tratamos sobre capacitação, quando produzimos cursos gratuitos para introduzir os temas e discutir”, completa.

Em seguida, a analista técnica em Educação da CNM, Mônica Cardoso, trouxe algumas orientações para que o Município possa desenvolver políticas públicas que sejam capazes de torná-los mais inteligentes. “Como primeiro passo, o gestor deve se apropriar das legislações. Costumamos dizer que a vontade do gestor não é dele, mas da legislação que ele precisa seguir. Por esse motivo, a decisão inteligente do Município se inicia quando ele cumpre a legislação. Embora muitas vezes ela atropele alguns aspectos efetivos lá na ponta”, disse complementando que a próxima etapa seria a transformação digital do Município.

Boa Prática
Trazendo um exemplo de boa prática, o assessor de Gestão das Políticas Educacionais do Município de Horizonte (CE), Rômulo Aldo de Oliveira, trouxe ações desenvolvidas pelo Município durante a pandemia e que acabou se tornando uma ação inovadora e permanente na área de educação. “Nós demos continuidade ao trabalho de fomento da educação nos adaptando às condições do momento (de pandemia). Procuramos extrair ao máximo as ações para que não deixássemos desamparados os estudantes”, disse.

Para tanto, num primeiro momento, diante da dificuldade, os gestores buscavam driblar o problema. A primeira ação foi a de fornecer às atividades educacionais de forma impressa. “Com a ida das famílias na escola, eles retiravam os blocos de atividades e retornavam com as atividades feitas pelos estudantes e pegavam um novo bloco”, disse. Logo após, os gestores buscam agilizar a entrega. Assim, criaram grupos no aplicativo de mensagens para facilitar o envio.

Sobre a comunicação pública, o técnico em Diversidade Étnico-Racial do Município de Horizonte (CE), Jeovane Ferreira, reforçou sobre como desenvolver temas importantes com a população. ”Município inteligente também é aquele que entende que há cenários de desigualdade no seu âmbito. Nossa população é de 70 mil habitantes e conta com comunidades quilombolas e povos ciganos. Pensando o cenário da desigualdade e de ações de políticas públicas, passamos a construir políticas públicas voltadas à promoção da igualdade racial, alinhadas às demandas do cenário nacional”, finalizou.

Confira como foi o Bate-Papo com a CNM:


Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas