Home / Comunicação / Ações de intensificação da campanha de interiorização de migrantes são apresentadas na sede da CNM

Notícias

17/01/2020

Compartilhe esta notícia:

Ações de intensificação da campanha de interiorização de migrantes são apresentadas na sede da CNM

17012020 reunião Interiorização Humana general BarrosConsultores e colaboradores da Confederação Nacional de Municípios (CNM) estiveram reunidos na tarde desta sexta-feira, 17 de janeiro, com o general e coordenador da Força-Tarefa Humanitária, Antônio Barros; e representantes da Organização Internacional para as Migrações (OIM), do Ministério da Cidadania e da Agência da ONU para Refugiados (Acnur). O encontro na sede da entidade fez parte de mais uma iniciativa para alinhar ações nos Municípios da Campanha de Interiorização + Humana.

A Confederação apresentou na oportunidade ações que pretende desenvolver já no primeiro quadrimestre deste ano junto aos Municípios e organizações parceiras para sensibilizar os gestores sobre a necessidade de serem integrados à campanha humanitária Interiorização + Humana. A iniciativa prevê a interiorização de migrantes venezuelanos que vivem em abrigos nas cidades de Pacaraima (RR), Boa Vista (RR) e Manaus (AM).

Essa proposta da CNM também fez parte da programação da edição da Marcha realizada no ano passado. Dados da Operação Acolhida de 2019 apontam que, em média, 550 venezuelanos atravessaram a fronteira em busca de melhores condições de vida. Atualmente, 7 mil vivem em abrigos dessas três cidades. Para reforçar a importância da descentralização e oferecer oportunidades, a CNM anunciou que pretende promover cinco seminários de interiorização, sendo um em cada região do Brasil. A intenção é que também ocorram ações durante XIII Cúpula Hemisférica de Prefeitos e Governos Locais, prevista para ser realizada nos dias 17 e 20 de março em Pernambuco e a XXIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios que ocorre na capital federal de 25 a 28 de maio.17012019 reunião Interiorização Humana

Com isso, a intenção dos seminários da CNM em parceria com os órgãos que integram a Operação Acolhida, as agências da Organização das Nações Unidas (ONU) e outras entidades parceiras é no sentido de apresentar aos prefeitos e secretários municipais interessados em participar da Campanha Interiorização + Humana boas práticas de Municípios que já fizeram o processo de interiorização. Nesse sentido, as capacitações devem trazer orientações sobre os principais procedimentos que devem ser adotados pelo executivo municipal para que a cidade esteja preparada para receber migrantes venezuelanos.

A CNM também sugere que esse processo de interiorização esteja vinculado à possibilidade de inserção social e profissional dos venezuelanos. Por isso, entende ser extremamente necessário conhecer o perfil do Município interessado, a capacidade de inserção no mercado de trabalho das pessoas acolhidas, bem como ter um diagnóstico do perfil profissional da população acolhida. O cronograma das atividades deve ser definido em uma nova reunião na sede da entidade inicialmente agendada para a próxima segunda-feira, 20 de janeiro.


Por: Allan Oliveira
Fotos: Allan Oliveira

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas