Home / Comunicação / Área de Cultura da CNM lista mais medidas estaduais de apoio a iniciativas à distância durante pandemia

Notícias

08/04/2020

Compartilhe esta notícia:

Área de Cultura da CNM lista mais medidas estaduais de apoio a iniciativas à distância durante pandemia

CULTURA RJNeste momento de isolamento social, por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as áreas culturais de Municípios e Estados oferecem conteúdo virtual que beneficiam a população e também agentes culturais. Por meio de editais e outras iniciativas, conteúdos de diversos setores - como música, teatro, dança e literatura - chegam às casas dos brasileiros.

A área técnica de Cultura da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que já havia apresentado um mapeamento das ações adotadas por órgãos gestores estaduais de cultura para reduzir os impactos negativos gerados no setor cultural pelo novo coronavírus, atualiza o panorama e lista novas oportunidades de diferentes Estados do país.

As medidas servem também de inspiração para os Municípios que buscam maneiras de superar os desafios colocados pela Covid-19 no âmbito da gestão pública de cultura.

Poemas por telefone
A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro lançou o projeto Histórias por Telefone e convoca voluntários para ler poemas, contar histórias e bater um papo por telefone com fluminenses, especialmente idosos, que estão em isolamento social. Os artistas interessados podem se inscrever por meio de formulário eletrônico.

Linha de crédito
Além de disponibilizar na internet diversos conteúdos culturais por meio da campanha #CulturaemCasa, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo instituiu uma linha de crédito para capital de giro voltada às empresas paulistas do setor cultural.

Apoio financeiro

FESTIVAL TE AQUIETA EM CASAA Secretaria de Estado de Cultura do Pará selecionou, por meio do edital Festival Te Aquieta em Casa, conteúdos culturais em formato digital nas áreas de artesanato, música, dança, teatro, contação de histórias, artes visuais e expressões culturais populares, afro-brasileiras, indígenas e oriundas de comunidades tradicionais. Os artistas paraenses puderam se inscrever até 7 de abril e, em breve, será anunciado um novo período na página da secretaria.

Também com o objetivo de ofertar cultura pela internet para a população em isolamento social, a Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão selecionou apresentações de agentes culturais maranhenses, em formato digital. A seleção ocorreu pelo edital Conexão Cultural. Desde março, os conteúdos são disponibilizados no Instagram da secretaria e nas redes sociais dos artistas. A segunda edição do edital  foi lançada recentemente e recebe inscrições até esta quarta-feira, 8 de abril.

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) lançou o edital Meu Espaço – Compartilhando Cultura para escolher propostas artísticas que serão gravadas em vídeo, nas áreas de música, dança, teatro, literatura, poesia falada, histórias em quadrinhos, contação de histórias, cinema, artes visuais, circo e culturas populares. As inscrições para artistas paraibanos encerram na sexta-feira, 10 de abril.

Na mesma linha de atuação, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará publicou o edital Cultura Dendicasa: Festival Arte de Casa para o Mundo para selecionar produções de conteúdo artístico-cultural, em formato digital, nas áreas de música, dança, teatro, literatura, audiovisual, artes visuais, circo, humor, moda, cultura popular e tradicional e cultura alimentar. Os agentes culturais cearenses podem se inscrever até sexta-feira, 10 de abril.

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul também lançou edital para selecionar propostas artísticas on-line nas áreas de artesanato, música, artes cênicas, literatura, audiovisual, artes visuais e patrimônio cultural. Os escolhidos vão participar do projeto MS Cultura Presente. As inscrições vão até 13 de abril.

edital Amazonas culturaNo Amazonas, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado diversificou as iniciativas. Além de disponibilizar diversos conteúdos culturais no âmbito da campanha Cultura Sem Sair de Casa, a pasta publicou o edital Fica na Rede, Maninho, que selecionará propostas para veiculação virtual de atividades artítico-culturais nas áreas de música, artes cênicas, literatura, audiovisual e artes visuais. As inscrições podem ser feitas até esta quarta-feira, 8 de abril. Depois haverá outros dois períodos de inscrição: 13 a 23 de abril e 24 de abril a 8 de maio.

A secretaria também disponibilizou um canal de atendimento para apoiar os profissionais dos setores da cultura e da economia criativa, inclusive orientando-os sobre como acessar o microcrédito ofertado pelo governo estadual durante a pandemia.

Para já organizar a atuação do setor depois do fim do isolamento social, a Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo lançou o edital Emergencial da Cultura visando a investir em projetos artístico-culturais presenciais e virtuais nas áreas de música, artes cênicas e culturas populares. Os presenciais ocorrerão após o fim da vigência do estado de emergência em saúde pública no Estado, enquanto os virtuais serão disponibilizadas ao vivo pela internet. Os agentes culturais capixabas podem se inscrever até 20 de abril. Um segundo período de inscrições está agendado para 20 de maio a 1º de junho.

A partir de outro tipo de fonte de financiamento, a Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul vai financiar projetos culturais que possibilitem o acesso, a distribuição e a fruição de conteúdos culturais em ambiente virtual. A partir da Instrução Normativa 3, de 2 de abril de 2020, a Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul poderá ser utilizada para apoiar esse tipo de projeto cultural durante a pandemia.

Fomento à leituraSossega o Facho em casa 300x300

A Secretaria de Estado de Cultura do Piauí pretende fomentar a leitura durante o isolamento social. O edital Sossega o Facho em Casa busca propostas de produções artísticas digitais nas seguintes áreas: música, artes cênicas, literatura, audiovisual, artes visuais e culturas populares. As inscrições já foram encerradas e, em breve, os conteúdos culturais serão disponibilizados na internet. A secretaria criou também o projeto Te Aquieta e Lê, que distribui, gratuitamente, livros pelos correios. Piauienses dos diversos Municípios do Estado podem escolher até dois títulos da lista diponibilizada pela secretaria, informando também o endereço para entrega pelo e-mail secult.ascom@secult.pi.gov.br.

Plataformas digitais
Além dessas iniciativas, outros Estados também disponibilizam conteúdos culturais em suas plataformas digitais:
- Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
- Secretaria de Estado de Cultura de Goiás
- Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso
- Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais
- Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná
- Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco
- Fundação José Augusto/Rio Grande do Norte
- Secretaria de Cultura do Estado de Roraima
- Fundação Catarinense de Cultura

Compartilhamento de ações
Como o setor cultural do seu Município tem sido impactado pelo novo coronavírus? Compartilhe com a área técnica de Cultura da CNM as medidas que a gestão pública de cultura do seu Município está adotando para superar os atuais desafios enfrentados pelo setor cultural.

Da Agência CNM de Notícias
Fotos: Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Secult/PA, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas e Secretaria de Cultura do Piauí.


Notícias relacionadas