Home / Comunicação / Atenção, primeiros dias da campanha de vacinação contra gripe prioriza idosos

Notícias

24/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Atenção, primeiros dias da campanha de vacinação contra gripe prioriza idosos

EBCA Campanha Nacional de Vacinação contra gripe, lançada nesta segunda-feira, 23 de março, almeja imunizar 67,6 milhões de pessoas em todo o país, a começar pelos idosos. Para alcançar a meta, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) solicitou o apoio da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A pasta quer vacinar os 78 mil assistidos pelas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI). 

Por meio de ofício direcionado ao presidente da CNM, Glademir Aroldi, a ministra Damares Alves também solicitou atenção especial da entidade para orientar os gestores municipais na prestação de atendimento diferenciado ao público, em horários adequados a sua realidade, bem como em locais arejados ou em sua própria residência, a fim de evitar aglomerações e o risco de transmissão do novo coronavírus, Covid-19.

Ao atender a solicitação, o presidente da CNM já tem alertado os gestores locais para a importância de intensificar as ações de cuidado e prevenção com a população mais vulnerável, para além do cumprimento do calendário de vacinação do Ministério da Saúde. "Neste momento, precisamos voltar atenção especial aos idosos, que estão no grupo de risco. Se preciso, vamos até suas casas ou locais de vivência, seguindo as recomendações de segurança, claro", disse.

Segundo área técnica de Assistência Social da CNM, vale destacar a recomendação de vacinar o idosos nas próprias instituições, e para aqueles que vivem com seus familiares ou de modo independente, que as Unidades Básicas de Saúde reservem horários específicos para atendê-los. Por ser coordenada pelas Atenção Básica do Município, a campanha deve envolver ações transversais e integradas para garantir a segurança epidemiológica e o bem estar.EBC

Ação
A consultora de Assistência Social da CNM, Rosângela Ribeiro, reforçar ser fundamental seguir as recomendações de distanciamento entre as pessoas, bem como as demais medidas de segurança. Ela informa ainda que a CNM entrará em contato com os Municípios que possuem ILPI, nos próximos dias, para recomendar plano de atendimento e prevenção e reforçar a campanha nacional.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), depois do públicos prioritários - idosos e trabalhadores da saúde - mais duas etapas serão realizadas para públicos diferentes. O dia D de mobilização nacional está previsto para o sábado, 9 de maio. Até lá, 75 milhões de doses da vacina serão disponibilizadas, e na data, os 41 mil postos de saúde ficarão abertos para atender a todos os grupos prioritários. 

Por Raquel Montalvão
Fotos: EBC
Da Agência CNM de Notícias



Notícias relacionadas