Home / Comunicação / Banco Interamericano lança plataforma de eficiência energética em prédios públicos

Notícias

24/08/2020

Compartilhe esta notícia:

Banco Interamericano lança plataforma de eficiência energética em prédios públicos

Enerflix DivulgacaoO Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou a Enerflix - plataforma para auxiliar os Municípios no uso da eletricidade, de maneira mais eficiente, gerando economia no emprego do recurso ou adotando fontes mais limpas. A ferramenta prevê ferramentas em três grandes temas, como treinamentos, ferramentas e projetos, conforme a necessidade do gestor local. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) recomenda o uso.

No aspecto treinamento, a plataforma apresenta capacitação on-line gratuita aos servidores para o desenvolvimento de projetos de eficiência energética e geração distribuída. Em um dos módulos, os gestores municipais podem saber mais sobre eficiência energética em edificações e em iluminação pública. A Confederação lembra que, na esfera local, o gestores se deparam com a falta de investimentos para melhorar a eficiência energética dos edifícios públicos e para promover projetos de iluminação pública mais sustentáveis.

Além disso, a falta de informações e/ou de ferramentas dificulta o avanço da agenda de eficiência energética pelos governos municipais. Diante disso, a plataforma apresenta exemplos e metodologia para a implementação de projetos. A área de Planejamento Territorial e Habitação reforça que a agenda de edificações residenciais e não residenciais, inclusive os edifícios públicos, ganha relevância quando se busca maior eficiência energética, considerando modelos e produtos inovadores na construção das novas edificações.

Estima-se redução de 50% do consumo, com as novas edificações; e de 30% para aquelas que promoverem reformas que contemplem os conceitos de eficiência energética. Para a CNM, a adaptação das edificações já construídas deve receber financiamento, assim como a adequação de residências e prédios públicos com a utilização de soluções energéticas inovadoras.

A área de Meio Ambiente da entidade destaca ainda que, ao desenvolver política energética, com foco na eficiência e na utilização de energias renováveis, o Município dá um grande passo rumo a um desenvolvimento urbano sustentável. Diante das mudanças climáticas cujos impactos irão afetar diretamente os Municípios, a implementação de energia solar fotovoltaica, por exemplo, pode se tornar uma iniciativa relacionada a um plano de ação climática.

Da Agência CNM de Notícias, com informações BID


Notícias relacionadas