Home / Comunicação / Base Nacional de Dados da Assistência Farmacêutica vai reduzir desperdício com medicamentos nos Municípios

Notícias

27/10/2017

Compartilhe esta notícia:

Base Nacional de Dados da Assistência Farmacêutica vai reduzir desperdício com medicamentos nos Municípios

27102017 BASE NACIONAL ASS FARMACEUTICAO Ministério da Saúde criou um novo sistema que vai integrar as informações de distribuição, estoques e acessos a medicamentos do Sistema Único de Sapude (SUS) em todo o país. A Base Nacional de Dados da Assistência Farmacêutica melhora a gestão da compra, distribuição e do vencimento dos medicamentos.

Lançada na última terça-feira, 24 de outubro, a medida tem por objetivo reduzir o desperdício e ampliar oferta à população, permitindo o melhor planejamento da compra, do controle da data de validade e a realização de remanejamentos. Além disso, também vai monitor em tempo real as informações do paciente e das unidades de saúde.

“Essa é uma ferramenta fundamental para que a gente possa fazer economia e otimizar os recursos da saúde. Já verificamos em projeto-piloto que esse processo demostra um potencial de economia de bilhões de reais e com esses recursos vamos comprar mais medicamentos e ampliar acesso a população”, afirmou ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O projeto-piloto foi realizado em quatro estados - Tocantins, Alagoas, Rio Grande do Norte e Distrito Federal - e mostrou que o programa pode evitar desperdícios de até 30% dos fármacos entregues. Replicado em todo o Brasil, a cada ano, a economia pode chegar a R$ 1,5 bilhão, que poderá ser revertido em mais medicamentos para a população.

A base nacional entra entrou em funcionamento no dia 25 de outubro. Estados e Municípios têm 90 dias para enviar as informações para o sistema.

Com informações do Conasems


Notícias relacionadas