Home / Comunicação / Campanha de vacinação contra a gripe será prorrogada, diz ministro

Notícias

28/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Campanha de vacinação contra a gripe será prorrogada, diz ministro

04082016 vacina GovALMais de 16 milhões de pessoas que precisam se imunizar contra a gripe não procuraram os postos de vacinação. Por isso, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse nesta segunda-feira, 27 de maio, que a Campanha da Vacinação contra a Gripe, inicialmente prevista para se encerrar no próximo dia 31, será prorrogada. O ministro não informou por quanto tempo a campanha permanecerá ativa. A vacinação deste ano protege contra os três subtipos do vírus da gripe: H1N1, H3N2 e a influenza B.

A meta do Ministério da Saúde era vacinar 90% do público-alvo, composto por 59,4 milhões de pessoas, até o dia 31. No entanto, até esta segunda-feira, 42,5 milhões de pessoas haviam sido vacinadas. O número corresponde a 71,6% do público-alvo.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça o alerta e recomenda a divulgação da campanha por parte dos gestores municipais, uma vez que o ministério afirma que há abastecimento para imunizar a população prioritária e que a prevenção impacta diretamente nos atendimentos dos postos de saúde.

A entidade aconselha que seja realizado um plano de ação com a disposição de ambiente adequado, materiais e insumos suficientes, equipe preparada para um grande fluxo de usuários, assim como na continuidade das ações e orientações preventivas em âmbito local. Deve haver fortalecimento das ações e divulgação da importância da vacina para a promoção, vigilância, controle e quebra de cadeia de transmissão. Com a vacina em estoque o Município deve promover essas ações de forma a alcançar as metas do calendário vacinal, bem como atender a demandas espontâneas.

Casos da doença

Só neste ano, até 11 de maio, foram registrados 807 casos da doença com 144 mortes, segundo a pasta. Gestantes, crianças até 6 anos, trabalhadores da saúde, professores, por exemplo, estão no grupo alvo e devem comparecer a um posto de saúde para se vacinar.

Da Agência CNM de Notícias, com informações da EBC

 


Notícias relacionadas