Home / Comunicação / CNM 39 anos: sede vira símbolo da autonomia dos Entes municipais

Notícias

07/02/2019

Compartilhe esta notícia:

CNM 39 anos: sede vira símbolo da autonomia dos Entes municipais

05062018 novo sede CNM A luta dos 5.568 Municípios por mais autonomia teve uma etapa concluída em maio de 2017. Ao inaugurar a sua nova sede, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) realizou o sonho de oferecer aos gestores e à população a casa do municipalismo brasileiro. Uma conquista a ser lembrada na série de matérias em comemoração aos 39 anos da entidade.

Foi durante a XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios que centenas de pessoas prestigiaram a inauguração da estrutura, no Setor de Grandes Áreas Norte 601, em Brasília, a cinco quilômetros do centro do poder – Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal. Durante a cerimônia, o ex-presidente da entidade, Paulo Ziulkoski, relatou as dificuldades para conseguir recursos que pudessem viabilizar a construção. “Nós começamos a juntar esse dinheiro há mais de 20 anos para que os Municípios conseguissem autonomia financeira, sem depender do governo federal”, explicou.

Testemunha da fundação da CNM, Dalva Christofoletti lembrou da visibilidade conquistada ao longo dos anos e definiu o momento como de concretização. “É muito bom quando a gente sonha e o sonho é realizado. Quero lembrar todos aqueles municipalistas que já se foram, que a gente conviveu, e os que ainda vivem que, por razões de saúde, não estão aqui”, agradeceu, emocionada.

07022019 sede 39anos 4 Histórico
O projeto foi iniciado em 2010, com um concurso entre escritórios de arquitetura vencido pela dupla Luís Eduardo Loiola e Maria Cristina Motta, e as obras começaram em agosto de 2013. Na época tesoureiro da CNM, Joarez Lima destacou a importância da nova sede para a interação com as prefeituras: "Essa obra significa um marco para os entes federados. Nós vamos ter um local de todos os prefeitos”.

O ex-prefeito de Cumaru (PE) e atual 2º secretário da Confederação, Eduardo Tabosa, acompanhou o andamento da construção e disse que o novo espaço não só oferece boas condições para atendimento aos gestores, como também proporciona o aperfeiçoamento do trabalho desenvolvido. "É importante porque o prefeito, vindo a Brasília, terá um ambiente bem mais preparado e agradável tanto do dia a dia do Município quanto para reuniões, congressos e seminários. São anos de esforço para conseguir recurso para executar", garantiu.

Marco arquitetônico
07022019 sede 39anos 2 Com capacidade para receber grandes eventos – a exemplo do que ocorreu em novembro do ano passado, quando, pela primeira vez, um presidente da República veio à CNM –, o novo prédio possui um salão nobre para 500 pessoas, quatro salas multimídias integradas, dois andares de estacionamento, um restaurante, uma praça cívica e espaço para o futuro Museu do Municipalismo.

A sede passou a ser citada em publicações especializadas de arquitetura e se tornou referência, conhecida não só no Brasil, mas em outros países. A casa do municipalismo brasileiro fica aberta, tanto para gestores quanto para a comunidade em geral, de segunda à sexta das 8h às 18h.

Leia mais

CNM 39 anos: municipalistas buscam maior participação na arrecadação tributária e atualização do FPM 

CNM 39 anos: mudanças na relação com o Executivo acompanharam evolução do municipalismo 

CNM 39 anos: a busca por um mecanismo permanente de financiamento da educação 

Por: Amanda Maia

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas