Home / Comunicação / CNM e Ministério da Cidadania firmam parceria para o combate e a prevenção ao uso de drogas nos Municípios

Notícias

25/09/2020

Compartilhe esta notícia:

CNM e Ministério da Cidadania firmam parceria para o combate e a prevenção ao uso de drogas nos Municípios

25092020 Transmissao BatePapo MinCidadaniaA Confederação Nacional de Municípios e o Ministério da Cidadania celebraram nesta sexta-feira, 25 de setembro, parceria para trabalho em conjunto visando ao cuidado e à prevenção de drogas nos Municípios brasileiros. A assinatura do termo aconteceu de forma virtual, durante transmissão do Bate-Papo com a CNM, com secretário especial do Desenvolvimento Social, Sérgio Queiroz, e do secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred), Quirino Cordeiro, representando o ministro da pasta, Onyx Lorenzoni.

O acordo tem por objetivo a reunião de esforços para ações relativas às Política Nacional de Drogas e à prevenção ao uso do álcool e outras drogas. “A celebração desta parceria é muito importante para os Municípios e a população brasileira, pois tem como objetivo principal auxiliar o desenvolvimento e a aplicabilidade das políticas públicas sobre drogas. Além disso, busca sensibilizar para a necessidade de promover ações efetivas voltadas a usuários e dependentes químicos e seus familiares”, reforçou o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

Durante a transmissão, o secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred), Quirino Cordeiro, reforçou que a assinatura do termo aproxima ainda mais o governo federal dos Municípios. “Esse acordo que firmamos hoje faz parte deste processo de aproximação do governo federal com os gestores. Além disso, formaliza uma parceria que já se encontra em curso, para que essas ações possam chegar de maneira mais efetiva aos Municípios brasileiros”, complementou.

Antes de assinar o acordo, o secretário especial do Desenvolvimento Social, Sérgio Queiroz, ressaltou a importância do compartilhamento do trabalho. “A convergência de uma política pública é marcada pela responsabilidade compartilhada. É impossível combatermos de maneira intensa a questão relacionada às drogas e à prevenção se os governos não se unirem à sociedade civil, às famílias, às escolas e aos educadores”, disse.

O acordo foi assinado depois de conversas, reuniões e alinhamento de ações entre o Ministério e a CNM. “Com essa aproximação temos certeza que poderemos fazer muito mais coisa nessa temática e que está disseminado em todos os Municípios brasileiros”, destacou o consultor da CNM, Eduardo Stranz.

Observatório do Crack
A CNM disponibiliza o portal do Observatório do Crack que traz informações referentes à políticas implementadas nos Municípios sobre a temática. Implementado desde 2011, o observatório traz, entre outras coisas, pesquisas que podem auxiliar em estudos e gerar resultados na construção de políticas municipais sobre drogas.

Aroldi reforçou que a ferramenta foi criada para suprir a falta de dados e informações sobre esse cenário, possibilitando, a partir desse diagnóstico, a promoção do debate e a implementação de medidas efetivas. “É importante destacar que ações isoladas de iniciativa dos prefeitos e das prefeitas estão sendo desenvolvidas, em sua maioria com recursos próprios, mas isso não é suficiente para atender a uma demanda crescente e considerada de âmbito nacional. É urgente e necessária a participação da União e dos Estados e a implementação de uma política que contemple todos os Municípios brasileiros”, lembrou.

Entre as medidas, a parceria vai possibilitar a integração de informações disponibilizadas pelo portal da CNM e pelo levantamento feito pela Secretaria.

Confira como foi a transmissão do Bate-Papo com a CNM:

Por: Lívia Villela
Foto: Ronaldo Caldas/Min.Cidadania
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas