Home / Comunicação / CNM participa da Hora do Planeta e incentiva os Municípios a aderirem à campanha

Notícias

28/03/2019

Compartilhe esta notícia:

CNM participa da Hora do Planeta e incentiva os Municípios a aderirem à campanha

28032019 planeta terraNo próximo sábado, 30 de março, milhares de cidades em todo o mundo vão celebrar a Hora do Planeta. A campanha global é encabeçada pelo WWF-Brasil e tem o apoio da Confederação Nacional de Municípios (CNM). A Hora do Planeta é um movimento mundial para sensibilizar a população em relação às mudanças climáticas e ao seu impacto na vida das pessoas e na biodiversidade.

É um ato simbólico no qual a população, o setor privado e o setor público são convidados a apagar as luzes pelo período de uma hora para mostrar o seu apoio ao combate ao aquecimento global. O ato consiste simplesmente em apagar as luzes do local que você estiver no dia 30 de março, no período das 20h30 às 21h30 para chamar atenção para a questão ambiental. Apesar de ser um ato muito simples, esse movimento serve como um lembrete de que nossos hábitos têm interferência direta na natureza.

O símbolo da Hora do Planeta é o 60+ para mostrar que além dos sessenta minutos de celebração, todas as horas deveriam ser a Hora do Planeta. A Hora do Planeta, conhecida fora do Brasil como Earth Hour, surgiu no ano de 2007 em Sydney na Austrália e vem ganhando mais adeptos no mundo todo. Em 2018, a Hora do Planeta teve a participação de cidades e Municípios em 188 países e territórios, contabilizando mais de 17 mil ícones ou monumentos apagados. No Brasil, foram cerca de 100 cidades e 1,5 mil monumentos às escuras durante uma hora.

Ações da CNM
A CNM irá desligar as luzes por 1 hora no sábado à noite participando da Hora do Planeta e incentiva os Municípios a fazerem o mesmo: apagar as luzes de um ou mais monumentos ou prédios públicos como forma de manifestar a preocupação da prefeitura com o meio ambiente e seus impactos na vida das pessoas.

Os Municípios brasileiros são vulneráveis às mudanças do clima, e possivelmente muitos impactos consequentes dessas mudanças serão presentes no futuro. Tendo isso em vista, a CNM lançará na XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios que ocorre de 8 a 11 de abril uma nova cartilha chamada Orientações para a Gestão Ambiental Municipal. Nesta cartilha um dos tópicos abordados é o das Mudanças Climáticas e da Vulnerabilidade dos Municípios.

Cada um pode aderir à Hora do Planeta de diferentes formas! Com o Guia da Hora do Planeta, você pode conferir diversas ideias do que é possível fazer. Além disso, logo abaixo pode ser conferido um pequeno guia de perguntas e respostas. Dúvidas adicionais devem ser encaminhadas diretamente para o e-mail: horadoplaneta@wwf.org.br.

Como os Municípios podem participar?
Em primeiro lugar, optando por apagar as luzes de um ou mais ícones da cidade por uma hora (das 20h30 às 21h30 do dia 30/03/19). Ao apagar as luzes, o Município mostra preocupação e envolvimento com o meio ambiente, em especial mudanças climáticas e seu impacto na biodiversidade e na vida das pessoas. Além de apagar as luzes, alguns Municípios decidem aproveitar a data para realizar eventos e, assim, envolver mais pessoas com a causa.

O que uma cidade ou Município ganha em participar?
1) Fazer parte de um movimento global. A Hora do Planeta nasceu em 2007, na Austrália. Em 2018, 188 países e milhares de cidades aderiram ao movimento.
2) Mostrar que sua cidade ou seu Município está preocupado com as questões climáticas.
3) Divulgação da participação em releases do WWF-Brasil, no site e nas redes sociais da Hora do Planeta.
4) Atenção da mídia: em 2018, a Hora do Planeta apareceu em mais 670 matérias na imprensa

O que mais um Município pode fazer?

Repensar práticas e desenvolver políticas públicas para se tornar cada vez mais sustentável, proporcionando ganhos para o Município e para a qualidade de vida das pessoas.

Como o WWF-Brasil pode contribuir para essa transição?
O WWF-Brasil possui diversos estudos, guias, relatórios e materiais diversos para apoiar entes subnacionais para serem mais sustentáveis. Além disso, podemos pensar em algum conteúdo específico (como uma palestra ou um minicurso) específico para o programa municípios verde-azul. Uma das nossas iniciativas é o Desafio das Cidades, cuja nova edição deve começar em setembro desse ano.

Qual o prazo de inscrições?
O quanto antes! No site horadoplaneta.org.br já há um mapa com as cidades e monumentos que aderiram à campanha. Por isso, no próximo sábado, dia 30 de março, das 20h30 às 21h30 apague as luzes e participe!

Acesse aqui o guia do participante 

Foto: EBC

Da Agência CNM de Notícias, com informações da WWF

 


Notícias relacionadas