Home / Comunicação / CNM participa de debate sobre o financiamento da Saúde em congresso do Conasems

Notícias

02/07/2019

Compartilhe esta notícia:

CNM participa de debate sobre o financiamento da Saúde em congresso do Conasems

02072019 Congresso do Conasems Financiamento da saúdeDe 2 a 5 de julho, o XXXV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde reunirá gestores para troca de experiências e informações que impactam diretamente no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Nesta terça-feira,2 de julho, primeiro dia do evento no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) participou de reunião com parlamentares para tratar do tema desta edição – Diálogos no Cotidiano do SUS.

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM) e integrante da diretoria da CNM, Jonas Moura, representou o presidente da entidade, Glademir Aroldi, no compromisso. O municipalista abordou questões como o financiamento do SUS e o pacto federativo e a revogação da Emenda Constitucional 95/2016, que trata dos gastos na Saúde. “A obrigação constitucional é de 15% [de investimento] e o Município entra, em média, com 25%. Precisamos lutar para melhorar lá na ponta, nos Municípios, para salvar vidas e melhorar a qualidade de vida”, opinou.02072019 Congresso do Conasems Jonas Moura

Esse entendimento foi endossado pelo presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira. “São os Municípios que seguram e fazem funcionar o SUS”, disse. A deputada Carmem Zanotto (CIDADANIA-SC), que preside a Frente Parlamentar da Saúde, considerou que os consórcios públicos são fundamentais para auxiliar a gestão e pediu ações que possam incentivar a busca de parcerias. “Precisamos do fortalecimento dos consórcios. Eles vieram para integrar ações dos serviços de saúde”, argumentou.

Por sua vez, o presidente da Frente Parlamentar Mista de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas, deputado Antônio Brito (PSD-BA), abordou a atuação do grupo no Congresso Nacional e defendeu a criação da Subcomissão de Financiamento da saúde. As atividades do congresso são organizadas em duas grandes mesas — Responsabilidades de cada Ente Federado no fortalecimento da Atenção Básica no SUS e Financiamento do SUS. Além disso, o encontro reúne a 16ª edição da Mostra Brasil aqui tem SUS, com apresentação de até 500 boas experiências de secretarias municipais de saúde. No evento, há ainda a Feira Brasil aqui tem SUS, onde instituições e empresas divulgam produtos, serviços, experiências, tecnologias e mecanismo de interação com os cidadãos e organismos ligados ao SUS.

Por: Amanda Martimom e Allan Oliveira
Foto: Allan Oliveira

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas