Home / Comunicação / CNM participa de fórum sobre fogo e desenvolvimento sustentável no Pantanal

Notícias

31/03/2022

Compartilhe esta notícia:

CNM participa de fórum sobre fogo e desenvolvimento sustentável no Pantanal

WhatsApp Image 2022 03 31 at 15.41.36A prevenção a incêndios em áreas rurais do Pantanal é um dos maiores desafios para os gestores de Municípios que integram essa região. Com o objetivo de auxiliar neste trabalho, além de mitigar e combater queimadas, será realizado nesta sexta-feira, dia 1 de abril, o 1° Fórum Fogo e Desenvolvimento Sustentável no Pantanal. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) irá contribuir com esse debate.

Representando a Confederação e a Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul (Assomasul), a analista técnica em meio ambiente da CNM, Sofia Zagallo, irá abordar o tema “Planos e ações municipais de prevenção e combate a incêndios”. A Confederação chama atenção dos gestores para a importância de controlar o uso do fogo e, dessa forma, proteger o meio ambiente. As queimadas descontroladas não acontecem naturalmente. Elas são induzidas pela ação humana e, por isso, é importante a atenção dos Municípios no que diz respeito a sua competência, seja com ações de fiscalização ambiental ou de promoção da educação ambiental.

A CNM lista alguns exemplos que os Municípios podem seguir como:
- campanhas educativas com a população para conscientizar sobre os riscos das queimadas, assim como desincentivar a realização de queimadas para limpeza de lavouras ou renovação de pastagem;
- construção e manutenção de aceiros (faixa de terra livre de vegetação) em torno da mata, casa, cercas e postes, ao longo de estradas e rodovias. A largura da faixa deve ser de, no mínimo, três metros, devendo ser duplicada em determinados casos;
- orientar a população a não acender fogueiras na vegetação e próximo a áreas de áreas protegidas; não jogar pontas de cigarro no ambiente, em trilhas e na beira de estradas; não queimar lixo doméstico ou industrial próximo a áreas protegidas; não abandonar objetos de vidro nas proximidades de áreas produtivas e de proteção; não soltar balões; e
- incentivar a população a denunciar quem faz queimadas.

A CNM publicou um estudo com o objetivo de mostrar os efeitos negativos resultantes das queimadas e dos incêndios florestais. 

Evento
O 1° Fórum Fogo e Desenvolvimento Sustentável no Pantanal terá início às 14h e será realizado no formato híbrido, com participantes presentes na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul (Sebrae), em Campo Grande, e também de forma online.

O objetivo, segundo a organização, é a mobilização da sociedade e conscientização coletiva da prevenção, controle e combate a incêndios e queimadas e uso racional do fogo no manejo de pastagens e promoção do desenvolvimento com sustentabilidade. Buscando identificar os desafios e oportunidades através de uma estratégia sistêmica para mitigação, prevenção e combate a incêndios nas áreas rurais do Pantanal brasileiro.

Clique aqui para acompanhar o evento ao vivo a partir das 14h. 


Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas