Home / Comunicação / CNM participa de lançamento do Projeto Fortalecimento da Rede Estratégica dos ODS

Notícias

03/05/2019

Compartilhe esta notícia:

CNM participa de lançamento do Projeto Fortalecimento da Rede Estratégica dos ODS

30042019 Reinserir ODSO prefeito de Carnaúba dos Dantas, no Rio Grande do Norte, Gilson Dantas, representou a Confederação Nacional de Municípios (CNM) no seminário de lançamento do Projeto Fortalecimento da Rede Estratégica dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O encontro foi promovido em São Paulo (SP) e teve a organização da Fundação Abrinq além da participação da Agenda Pública e de outras instituições municipalistas.

O seminário Parcerias Multissetoriais para os ODS: O Desafio da Redução das Desigualdades reuniu 17 representantes e dirigentes de organizações do terceiro setor, governos, setor privado, além de contar com a presença de 160 participantes. Em sua participação, o prefeito detalhou a área de atuação da CNM, experiências em projetos da entidade em parceria com outras instituições como, por exemplo, o Reinserir, arranjos para a realização dos Novos Gestores e outras oportunidades de capacitação que a Confederação oferece aos Municípios e contribuem com a gestão municipal.

O seminário foi a primeira ação no âmbito do Projeto Fortalecimento da Rede Estratégica dos ODS. Também estiveram entre os destaques as ações correspondentes de cada parceiro da iniciativa. Na abertura, o presidente da Fundação Abrinq, Carlos Tilkian, reforçou o orgulho da fundação ao coordenar a rede e potencializou a importância de disseminar os ODS.

Painéis
Em seguida, o seminário apresentou três painéis. Na primeira mesa de debate, denominada O Projeto de Fortalecimento da Estratégia ODS, representantes das organizações parceiras do projeto explicaram a importância de engajar os diferentes setores da sociedade com os propósitos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, bem como as principais atividades a serem desenvolvidas ao longo de três anos.

A administradora executiva da Fundação Abrinq, Heloísa Oliveira, reforçou a relevância da Agenda 2030 e a influência da Rede Estratégia ODS para fortalecê-la. “A Agenda 2030, na verdade, condensa todos os principais desafios que os países vão enfrentar para alcançar o desenvolvimento sustentável. A Estratégia ODS tem um papel fundamental na mobilização e articulação dos diferentes atores sociais que estão envolvidos com o desenvolvimento, contribuindo para que ele aconteça”.

Desigualdades
No segundo painel, chamado As Desigualdades de Gênero, Raça e Geracional, as palestrantes aprofundaram a discussão sobre desafios e soluções para o tema no país. Dentre os pontos abordados, foi destacada a situação de vulnerabilidade de meninas no Brasil, demonstrando a necessidade de políticas públicas e ações voltadas à igualdade de gênero para meninas e jovens mulheres, além da necessidade de incluir os homens nas discussões e ações voltadas para a promoção da equidade de gênero.30042019 Reinserir ODS 2

Os palestrantes também discutiram os impactos das desigualdades de raça e geracional na sociedade do ponto de vista da profissionalização, violência e aspectos econômicos. Outra inserção marcante proporcionou a associação dos ODS com a situação da infância no Brasil. Dos 17 objetivos, 10 influenciam, diretamente, a situação de crianças e adolescentes, uma vez que deficiências no desenvolvimento de um jovem podem afetar sua formação e, consequentemente, suas oportunidades futuras.

O painel Parcerias Multissetoriais para a redução das desigualdades contou com a presença de importantes lideranças de organizações representativas do setor privado e da academia para debater o cenário atual das políticas públicas e dos ODS no Brasil, com os desafios previstos para a nova legislatura brasileira e o avanço das empresas em relação à adoção dos ODS em suas estratégias. Também foi discutida a necessidade de construir alianças multissetoriais para engajar os diferentes atores sociais.

Em três anos, o projeto espera ampliar sua rede de signatários em mais de 200 membros e abranger 150 Municípios, incorporando os ODS aos seus instrumentos de gestão governamental e políticas públicas, além de 400 organizações e movimentos capacitados para a incidência e monitoramento dos ODS, com foco na redução das desigualdades de gênero, geracional e étnico-racial.

A Estratégia ODS é uma coalizão, criada em 2015, que reúne organizações representativas de múltiplos setores com o propósito de ampliar e qualificar o debate a respeito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil e de mobilizar, discutir e propor meios de implementação efetivos para essa agenda. Para saber mais, acesse: www.estrategiaods.org.br

Da Agência CNM de Notícias, com informações do portal Estratégia ODS


Notícias relacionadas