Home / Comunicação / CNM participa de seminário que debate a certificação de estabelecimentos para receber o turista chinês

Notícias

17/03/2016

Compartilhe esta notícia:

CNM participa de seminário que debate a certificação de estabelecimentos para receber o turista chinês

Ag. CNMA área de Turismo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) participou do Seminário Welcome Chinese, na última quarta-feira, 16 de março. O evento foi organizado pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado Federal e teve como pauta a certificação de estabelecimentos para receber turistas chineses.

Durante o evento, foi apresentado pelo governo chinês o Programa Welcome Chinese, que pretende certificar empreendimentos, após avaliação, no padrão internacional de serviços prestados para os viajantes chineses, a iniciativa busca atender às necessidades desse mercado exigente e em ascensão. O Programa oferecerá um certificado de padrão de hospitalidade para hotéis, parques, restaurantes e outros locais que estejam adequados aos padrões chineses.

Esse documento será emitido pela Academia Chinesa de Turismo (CTA), um instituto que é parte do Ministério de Turismo da China. Os estabelecimentos que possuírem o certificado terão o reconhecimento oficial de que atendem aos requisitos oferecidos a turistas chineses no exterior.

O Brasil é a primeira escolha do turista chinês na América Latina. A proporção das visitas aos países da América do Sul ainda é tímida, mas foi verificado um aumento nos últimos anos. Isso sinaliza que o Brasil deverá aumentar sua participação junto ao mercado de turismo chinês nos próximos anos.

Turismo em números

O número dos cidadãos chineses que viajam pela América do Sul deverá manter a taxa de crescimento anual de mais de 10%. Os segmentos mais atrativos para o turista chinês no mercado brasileiro são: esporte, cultura e negócios. Outro importante traço de atratividade é o estilo de vida do brasileiro.

Desde 2004, o Brasil tornou-se um destino turístico com expensas próprias para cidadãos chineses. Até então, a China só permitia a saída de grupos com as expensas pagas pelo governo. O que se nota é que o número de turistas no Brasil tem subido continuamente. Em 2005, atingiu a marca de 19 mil turistas chineses. No ano de 2014, o número de turistas na primeira parada para visitar o Brasil saltou para 70 mil pessoas.

Expectativa

Com a certificação, a perspectiva é que o mercado brasileiro possa melhor acolher os turistas chineses. Isso diz respeito não apenas ao idioma, à gastronomia e à segurança mas, especialmente, à utilização do cartão Union Pay, principal sistema de pagamentos na China continental.

Em 2015, mais de 300 agências de turismo brasileiras foram credenciadas pelo governo do Brasil para receber grupos de turistas chineses. Esse número deve ser ampliado, potencializando a atração de investimentos estrangeiros no país.

Além de autoridades brasileiras representando o turismo nacional, estiveram presentes no Seminário os senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Cristóvão Buarque (PPS-DF). Também o presidente da Welcome Chinese Company, Jacopo Sertoli, e o vice-presidente e representante da China Tourism Academy, Zhong Guang LI.


 


Notícias relacionadas