Home / Comunicação / CNM se reúne com Rede Nacional de Consórcios para discutir possibilidades de custeio de serviços de saúde

Notícias

27/05/2021

Compartilhe esta notícia:

CNM se reúne com Rede Nacional de Consórcios para discutir possibilidades de custeio de serviços de saúde

REunião REDENa tarde desta quarta-feira, 26 de maio, as áreas técnicas de Consórcios e Saúde da Confederação Nacional de Municípios (CNM) reuniram-se com a Rede Nacional de Consórcios para tratar de propostas a serem apresentadas em audiência pública, que será realizada na Câmara dos Deputados sobre repasses ao Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

A Rede, por meio de seu presidente, Victor Borges, procurou a Confederação para conhecer os dados que a entidade dispõe sobre o assunto e que possa subsidiar a pauta. A supervisora da área de saúde, Carla Albert, relatou que há necessidade de propor a revisão de valores de custeio do serviço, principalmente em relação ao quadro de pessoal.

O presidente do Colegiado dos Secretários Executivos dos Consórcios Intermunicipais de Saúde de Minas Gerais (COSECS/MG), Narcélio Costa, mencionou que diante do cenário da pandemia, os consórcios têm enfrentado dificuldade para custear este serviço, dado o aumento de preços tanto dos equipamentos de proteção individual (EPIs), do combustível e do êxodo de profissionais da saúde, que estão migrando para o setor privado, que tem ofertado salários até 40% mais alto para atuar no enfrentamento da covid-19.

O presidente da Rede reforçou a importância de uma atuação conjunta das entidades para apresentar propostas na audiência. A CNM ressalta que o SAMU tem suas diretrizes e valores de custeio definidos pela Portaria 1.010/2012 e neste momento, é necessário o reajuste desses valores para a manutenção do programa nos Municípios e a permanência de profissionais qualificados para este tipo de atendimento, tão necessário em virtude da Emergência de Saúde pública pela Covid-19. Portanto, a Confederação apoia o reajuste dos repasses federais, tendo a finalidade do fortalecimento das políticas de urgência do SUS nos Municípios.


Da Agência CNM de Notícias 


Notícias relacionadas